quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Antes e depois: veja como estão os atores de Super Mario Bros. quase 25 anos depois do lançamento do filme

A produção que respondeu, de forma no mínimo extravagante, se existia a possibilidade de adaptar a vigorosa franquia da Nintendo em um longa-metragem hollywoodiano, causou tanto rebuliço na indústria cinematográfica quanto seu antagonista, o rei Koopa, causara à peculiar Dinohattan. Embora o filme tenha uma classificação 4/10 baseada em mais de 40 mil votos no Internet Movie Database, muitos críticos positivos o categorizam como um filme divertido e majoritariamente subestimado — o que até mesmo nos levou a arrolar cinco bons motivos para gostar do filme. Reputação à parte, o filme reuniu um elenco consagrado que fez de tripas coração para garantir o bom andamento da película em meio às tantas diversidades na produção. Hoje, quase 25 anos depois, tristemente, o elenco não está mais completo devido ao perecimento de alguns de seus membros principais. Veja como estão e com o que trabalharam os grandes astros depois do clássico da cultura cyberpunk Super Mario Bros. (1993).

Gianni Russo | Scapelli

Bem antes de Super Mario Bros., mais especificamente em O Poderoso Chefão, no qual viveu, em 1972, o mafioso Carlo Rizzi, Gianni Russo é o Gavin Smallhouse de vários episódios de Prison Break. Agora na casa dos 70 anos, Russo terá um papel em Con Man, que chega em 2018.

Lance Henriksen | Rei

Apesar de só vir a dar as caras no fim do filme, Lance Henriksen encarnou o pai de Daisy, o rei dos cogumelos, que havia sido revertido a um nauseabundo montante de fungos por Koopa. Um dos atores mais versáteis que o mundo já viu, Henriksen, o Bishop da franquia Alien, foi o protagonista da apocalíptica série de TV Millenium por um bom tempo; também foi ativo em A Anatomia de Grey, Mentes Criminosas e Lista Negra. Firme e forte, Henriksen interpretará o reverendo Campbell no terror Being, que estreia em 2018, entre vários outros projetos.

Fiona Shaw | Lena

A esposa do ditador Koopa, Lena, é vivida por Fiona Shaw, uma das mais recorrentes estrelas de Hollywood. Ela é ninguém menos que a Petúnia Dursley, a tia do Harry Potter. Fiona também foi Leontine de O Triunfo do Amor (2001), Ramona Linscott em Dália Negra (2006), Agatha em O Retrato de Dorian Gray (2009), a avó de A Árvore da Vida (2011), entre muitos outros. Também é a narradora de Adorável Professora (2013). Um de seus mais recentes trabalhos foi no thriller psicológico Lizzie, que deverá estrear em breve.

Richard Edson | Spike

Richard Edson, o capanga Spike, tem um histórico impressionante de pontas em filmes e seriados de TV de vários gêneros distintos. É um verdadeiro faz-tudo da indústria teatral: mesmo em papéis pequenos, ele esteve em todo o lugar, como em O Senhor das Drogas (1995), Confissões de um Apaixonado (1996), Sob Tortura (2000), Medo e Obsessão (2004), Um Dia de Sorte (2008), O Cheiro do Sucesso (2009), entre muitos, muitos outros. Não deixe de conferir uma colossal entrevista com Richard Edson com tradução oficial do Reino do Cogumelo!

Fisher Stevens | Iggy

Fisher Stevens, o único Koopaling representado no longa-metragem, Iggy, é um queridinho dos seriados americanos — como Edição de Amanhã, Lei e Ordem, Numb3rs, Lost, Damages, The Good Fight, Lista Negra, entre outros. Stevens também esteve em filmes como Hackers: Piratas de Computador (1995), Awake: A Vida por um Fio (2007), A Ocasião Faz o Ladrão (2010), e voltou a atuar ao lado de John Leguizamo, o Luigi, em Como Agarrar Meu Ex-Namorado, filme de 2012. Ótimo dublador, Fisher estará na animação de 2018 Ilha de Cachorros, onde atuará com Scarlett Johansson e Tilda Swinton, a Viúva Negra e a Anciã, respectivamente, do Universo Cinematográfico da Marvel, e até mesmo Bill Murray, da formação original d'Os Caça-Fantasmas.

Samantha Mathis | Daisy

A belíssima Samantha Mathis, a princesa do live-action do mascote da Nintendo, ainda é bem ativa na indústria da sétima arte. No mesmo ano de Super Mario Bros., viveu Miranda Presley em Um Sonho, Dois Amores, e seguiu como Janie Basdin em Meu Querido Presidente (1995), Terry Carmichael em A Última Ameaça (1996), Courtney Rawlinson em Psicopata Americano (2000) e até mesmo a infortunada Maria Castle, cuja morte foi pivô para o surgimento do anti-herói O Justiceiro (2004). Samantha também dá as caras em uma variedade de seriados distintos, de A Anatomia de Grey a O Domo. Um de seus mais recentes papéis foi como uma das principais personagens no terror Boarding School, atualmente em período de pós-produção.

John Leguizamo | Luigi Mario

O vívido e versátil colombiano John Leguizamo foi um Luigi um tanto quanto diferente. Hoje em dia, ele é mais conhecido como a voz original de Sid, o bicho-preguiça da franquia animada A Era do Gelo desde seu primeiro filme, em 2002. Você pode ou não tê-lo percebido como Tybalt de Romeu + Julieta (1996), Henri de Toulouse-Lautrec do premiado Moulin Rouge: Amor em Vermelho (2001), Santiago de Policial em Apuros (2014) ou Javier de Kick Ass 2 (2013); como supracitado, Leguizamo foi o Jimmy Alpha de Como Agarrar Meu Ex-Namorado (2012), onde atuou ao lado de Fisher Stevens, o Iggy. Seus próximos trabalhos incluem o thriller Nancy e o filme criminal Madero, ambos previstos para 2018.

Dennis Hopper | Rei Koopa

Indubitavelmente um dos nomes mais fortes do cinema, o premiado Dennis Hopper e suas mais de cinco décadas de atuação possui uma filmografia tão grande que seria quase impossível de listar completamente — entre seus trabalhos estão Rebeldia Indomável (1967), Sem Destino (1969), Mad Dog Morgan (1976), Apocalypse Now (1979) e Veludo Azul (1986). Depois de Super Mario Bros., viveu Clifford Worley em Amor à Queima Roupa (1993), Howard Payne em Velocidade Máxima (1994), Frank Slater em Os Irmãos Id & Ota (1998), Lewis Garou em Michael Angel (2000), xerife Greer em Estrada para o Inferno (2006), entre outros. Em 2002, dublou o personagem Steve Scott do game Grand Theft Auto: Vice City! Tristemente, o Sr. Hopper morreu em 2010, conforme o noticiado aqui no Reino do Cogumelo. Seu último trabalho foi como a voz do veterano canino Tony na animação A Lady e o Lobo: O Bicho tá Solto, de 2010.

Bob Hoskins | Mario Mario

Mesmo natural da Inglaterra, Bob Hoskins rendeu uma das melhores interpretações do herói do Reino do Cogumelo — apesar, é claro, de todas as opiniões negativas a respeito da adaptação, muitas das quais oriundas do próprio intérprete. Entre uma variedade de papéis que assumiu desde a década de 70 — filmes, curtas e seriados para a TV, em grande parte —, estão Caçada na Noite (1980), Lassiter - Um Ladrão Quase Perfeito (1984), Prece Para Um Condenado (1987), entre outros. Alguns de seus trabalhos mais memoráveis são como Eddie Valiant de Uma Cilada para Roger Rabbit, o detestável Bart de Cão de Briga (2005), Odin em O Filho do Máscara (2005) e até mesmo a voz de Winston, o bulldog britânico de Garfield 2 (2006). Sua última atuação foi como Muir, de Branca de Neve e o Caçador, em 2012. Pouco tempo depois, anunciou aposentadoria após ser diagnosticado com mal de Parkinson e, em 2014, veio a falecer devido a um surto de pneumonia.

Visite Super Mario Bros. The Movie Archive para saber mais sobre o filme!
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário