Tattle: Rosalina

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Em 2007, todos os mundos conheceram uma personagem de suma importância para o equilíbrio universal de Mushroom Universe: Rosalina.
Uma das mais comoventes e profundas figuras do mundo do encanador bigodudo também é de longe uma das mais poderosas — sua aparência celestial composta por flavos cabelos e olhos do mais seleto tom cerúleo somam-se aos seus poderes cósmicos para posicioná-la a um status concernente a divindade.
"Estarei te observando além das estrelas." — Rosalina, Super Mario Galaxy

Encarregada de vigiar e proteger o cosmo, Rosalina ainda se envolve em várias atividades desportivas promovidas pelos super-astros do reino e ainda tem tempo para ser mãe adotiva das Lumas — pequenos corpos celestiais em estágio prematuro. Surgiu pela primeira vez em Gateway Galaxy e mantém as crônicas de sua vida na livraria do Comet Observatory, o mirante o qual comanda. Séculos antes de seu primeiro contato com a turma de Mario, Rosalina era a figura principal, porém oculta, por trás da celebração centenária conhecida pelo povo-cogumelo como Star Festival. Uma destas visitas, porém, foi boicotada por Bowser, o terrível rei dos Koopas, que tinha o objetivo de usar o poder das Power Stars e Grand Stars para dizimar o universo conhecido e dar origem a um novo império estelar para chamar de seu. Felizmente, Mario e Rosalina uniram forças para restaurar a harmonia do universo.

Brilha, Brilha, Estrelinha


A história de Rosalina é descrita desde os primórdios de sua infância. Quando criança, partira numa jornada em busca da mãe de uma Luma perdida. No espaço sideral, passou a viver à base de Star Bits, que, com seu gosto de mel, podem suprir as principais necessidades humanas. Ao passo em que procurava por quaisquer sinais da progenitora de Luma, a garotinha lembrava-se cada vez mais de sua própria mãe, tal qual dos momentos felizes que tinha a seu lado. Num sonho compassível, chegou a ser consolada pela imagem de sua mãe, que prometeu vigiá-la como o sol sobre o dia e a lua sobre a noite; em dias chuvosos e aflitivos, jurou, tornaria-se uma estrela em meio às nuvens esperando que as lágrimas de sua pequenina viessem a secar. Rosalina e Luma construíram tudo o que têm através de uma relação de refrigério e um forte senso de amor maternal — além, claro, da ajuda de outras Lumas, que sempre viram em Rosalina a ternura e a bondade que exala naturalmente e sempre a ajudaram a todo instante.

Rosalina é dotada de grande poder: além de levitar como as Lumas, pode gerar e manipular campos de força defensivos. De Mario Kart Wii (onde é uma corredora de categoria peso-pesado) a Super Smash Bros. for Nintendo 3DS/Wii U, temos presenciado a rápida ascensão de Rosalina ao patamar de Superstar do Reino do Cogumelo, culminando em Super Mario 3D World, onde retorna como uma personagem jogável em mais uma plataforma de aventura — e com sua habilidade padrão, Spin, executada pelos Irmãos Mario em Super Mario Galaxy com a ajuda de Luma.






Hoje, vê-se na monotonia de sua voz — até mesmo em momentos celebrativos de esportes — que Rosalina carrega o brilho melancólico de uma alma que superou uma constelação de dificuldades. Certamente, é uma das estrelas mais reluzentes do Marioverso.
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário