Top 5: Apocalipses na série Mario

"E então, tolos miseráveis... vocês aprenderão os erros cometidos ao longo de seus caminhos!"
Shadow Queen, Paper Mario: The Thousand-Year Door
Ainda que de natureza dubitável, a profecia maia sobre o fim do mundo no dia 21 de dezembro de 2012 chegou longe o bastante para criar interpretações específicas de milhões de pessoas, entre teóricos, historiadores, místicos e cientistas. Mas não pense que esta é a primeira vez em que a humanidade é ameaçada por uma suposta série de eventos desafortunados e de proporções cataclísmicas para todo o planeta — pelo menos, não se contarmos com o universo literário de Super Mario, que já possui histórias e racontos o suficiente para criar várias situações de ameaça universal. Enquanto você estoca seus Cogumelos e Flores de Fogo preparando-se para o apocalipse, o mais recente Top 5 do Reino do Cogumelo trará as cinco maiores ameaças à ordem natural do Marioverso. Se segure!

5. A invasão dos Shroobs
Catástrofe: investidas hostis de forças armadas alienígenas

Você já temeu que nosso querido planeta Terra fosse invadido por seres alienígenas que abduziriam nossas vacas e usariam nosso material celular para desenvolver humanóides que, somados à alta tecnologia de suas armas intergaláticas, seriam capazes de exterminar a humanidade? Pois bem, desconsiderando as vacas e o desenvolvimento de humanóides capazes de nos exterminar, foi exatamente isso que aconteceu em Mario & Luigi: Partners in Time. No game, em meio a distorções e viagens no tempo, há uma invasão pela raça dos Shroobs ao Mushroom World — o que, caso não houvesse a intervenção do quarteto de irmãos Mario e Luigi, poderia culminar no fim da humanidade, dos Toads, dos Koopas, e de todas as outras espécies do Marioverso!

4. A disseminação global das trevas
Catástrofe: a liberação de um mal contido por mil anos

Quando a Porta do Milênio (Thousand-Year Door) foi aberta, todo o planeta foi coberto por uma escuridão sepulcral. Graças aos esforços nefastos da sociedade secreta dos X-Nauts e do trio de feiticeiras conhecidas como Shadow Sirens, a entidade maligna Shadow Queen, a rainha das sombras, foi liberta, difundindo sua essência a um alcance global. Com poderes quase ilimitados, ausência completa de compaixão e objetivos rigorosos — o sofrimento e a morte de tudo o que estiver ao seu alcance — Shadow Queen é a emissária, juíza e executora perfeita para o fim do mundo como o conhecemos.

3. A destruição de World of Trophies
Catástrofe: As Subspace Bombs, capazes de nulificar o mundo

O túrbido universo narrativo apresentado no modo Subspace Emissary de Super Smash Bros. Brawl pode não ser exposto de forma tão plausível (nem sequer lúcida), mas uma coisa é certa: a existência está em risco. O Exército do Subespaço (Subspace Army), uma organização maligna a serviço de seu criador, Tabuu, tem como objetivo primordial transformar todo o universo de Super Smash Bros. (o que conhecemos como World of Trophies) em um mundo contemplado pela imensidão do vazio: o Subespaço. A misteriosa série de luta da Nintendo sempre teve laços com o fim do mundo e ambientes envolvendo o destino final do universo — a começar pelo calendário maia estampado no piso do estágio Final Destination!

2. A reformulação do Universo
Catástrofe: Reator Galáctico de Bowser no centro do universo

Mais um item envolvendo o espaço sideral — afinal, estamos falando do estelar Super Mario Galaxy! Nesse jogo, há mais uma tentativa de Bowser de sequestrar a Princesa Peach (e, dessa vez, ele tenta levar também o próprio castelo da alteza), mas o Rei dos Koopas foi além: Bowser quase destruiu o universo por completo! Na tentativa de criar um reator galático para construir a sua própria galáxia, o Rei Koopa destruiria todas as galáxias já existentes e comandaria o que sobrasse com seu exército maligno! Sorte que o tal reator, para entrar em funcionamento, precisava da energia provinda das Power Stars — as quais Mario garantiu não chegar às mãos de Bowser. Mais um fim do mundo impedido pelo encanador mais impressionante de todos os tempos!

1. A nulificação do Multiverso
Catástrofe: Vácuo criado por Conde Bleck com o Coração do Caos

Expanda sua mente. Imagine que, além do mundo como você o vê, existem várias outras realidades alternativas, cada uma com um domínio material, intelectual e moral totalmente desprendido das demais linhas de existência — assim é o conceito do multiverso. Em Super Paper Mario, não apenas o mundo está em risco, nem somente o universo... e sim, absolutamente toda a existência, com todas as dimensões alternativas que a constituem! A existência de todos os mundos foi ameaçada pelo Vácuo (The Void), uma fenda interdimensional no espaço-tempo continuum que, de acordo com a profecia prescrita no Prognosticus da Escuridão, consumiria toda a existência, pouco a pouco. Infelizmente, o apocalipse chegou a acontecer na dimensão de Sammer's Kingdom, que, após a consumação, tornou-se o World of Nothing, um domínio nulo e desprovido de matéria. A maior de todas as façanhas é administrada por Conde Bleck pelo mais doloroso dos motivos: a perda do amor de sua vida, que o desnorteou do sentido de ser e de existir. Se, a exemplo de Conde Bleck, o mundo de milhares de pessoas é destruído todos os dias, afinal, o que torna o dia 21 de dezembro de 2012 tão especial?
Considerações: a segunda investida de Bowser em Super Mario Galaxy 2.
Eduardo Jardim

Natural de São Paulo (SP), Eduardo "Pengor" Jardim é um criador de conteúdo, cartunista e imaginauta. Criou o Reino do Cogumelo em 2007 e desde então administra e atualiza seu conteúdo, conquistando dois prêmios Top Blog e passagens pela saudosa Nintendo World.

2 Comentários

  1. Eu realmente nao acredito no calendario maia...Deus reserva tantas coisas pra nos!E eu tenho que zerar muitos jogos do Mario,alem de querer possuir os consoles da Nintendo...O mundo vai acabar quando Deus quiser,podia ser ontem,pode ser hoje e ate amanhã!Mais ninguem sabe nem o Filho,somente o Pai!!!
    Quanto aos apocalipse da serie Mario,so ele mesmo para impedir,pois os iniimigos eram muitos fortes!

    ResponderExcluir
  2. Aceita parceria? Ja adcionei o seu banner no meu blog agora adcione o meu

    ilha-dos-games.blogspot.com

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem