quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Billy Mitchel responde a acusações de trapaças, e diz que seus recordes em Donkey Kong são legítimos

Acusado de ter agido de má fé ao enviar um recorde de pontos no arcade Donkey Kong executado em um emulador MAME ao invés de um hardware original, o empresário americano Billy Mitchell respondeu às acusações durante o talk show East Side Dave.

Mitchell jogou a responsabilidade nas mãos do site Twin Galaxies (mais confiável site de registro de recordes de games), garantindo que uma testemunha deles acompanhou o momento onde, em 2010, ele estabeleceu o dito cujo recorde de 1.062.800 de pontos que o colocou entre os vinte melhores jogadores de Donkey Kong do planeta.

Mitchell salienta ainda que a fita onde está registrada a partida de 2010 que foi enviada ao Twin Galaxies pode inocentá-lo destas acusações; no entanto, o site afirma que, embora saiba da sua existência, não encontrou esta fita no momento. Leia a declaração logo abaixo e tire suas próprias conclusões sobre o assunto, leitor(a).

Eu nunca joguei MAME. Eu não tenho MAME instalado em minha casa, O filme gravado que ele tem, que Jeremy (moderador do fórum Donkey Kong, que analisou a gravação) tem mostra uma partida de MAME. Agora, eu me pergunto se ele tem a fita original, ou se ele pegou a captura original da sala, ele verá que o que eu disse é verdade. Eu não estou contestando o que ele disse. O que estou contestando é o fato de que quero que ele tenha a fita original. E o cerne da questão é que a gravação original foi dada ao Twin Galaxies, Twin Galaxies teve ou tem ela, e se estiver em qualquer outro lugar que não seja o Twin Galaxies, então isso é um problema real.

Quando eu tive a absoluta boa sorte de conseguir a pontuação em Donkey Kong e me virei ao redor, uma das pessoas chacoalhando minha mão, uma das pessoas batendo nas minhas costas era Pete Bouvier, dono do Twin Galaxies.

Via Kotaku
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário