Recordes recentes de Billy Mitchel no arcade Donkey Kong são colocados em cheque por suspeita de trapaça

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Uma das maiores lendas do cenário competitivo do clássico arcade Donkey Kong, o empresário estadunidense Billy Mitchel, o primeiro "Rei de Kong", teve seus três mais recentes recordes de pontos no game questionados e removidos de uma listagem feita pelo site Donkey Kong Forum. De acordo com uma análise minuciosa das gravações enviadas, chegou-se à conclusão de que as pontuações conquistadas por Mitchel não foram realizadas em um hardware original de Donkey Kong, mas sim em um emulador MAME, onde ocorre uma ligeira vantagem no tempo de inicialização de cada estágio do game - saiba mais detalhes técnicos sobre o assunto (em inglês) clicando aqui.

A partir desta análise, o recorde de 1.062.800 milhões de pontos alcançado por Mitchell em 2010 foi desconsiderado, rebaixando-o do 20º lugar para o 47º lugar no ranking de recordistas elaborado pelo site, que levou em conta o último recorde registrado em uma cabine original do game, que foi de 933.900 pontos em 2004. O empresário ainda não se manifestou sobre o assunto, mas pesa contra ele o fato de seus recordes terem sido testemunhados por Todd Rogers, que recentemente teve removidos todos os seus recordes no game Dragster, de Atari, depois de enviar ao site Twin Galaxies uma pontuação impossível de ser alcançada por meios tradicionais. Vale notar que o "Rei de Kong" na atualidade é o estadunidense Robbie Lakeman, que em dezembro de 2017 chegou à marca de 1.247.700 pontos jogando em uma máquina original de Donkey Kong - assista à gravação do feito clicando aqui.

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário