Conheça os Pixls: 3000 anos de dicas, explosões e música

domingo, 11 de setembro de 2011

O que são os Pixls de Super Paper Mario? É esta a questão de nosso leitor Luís Fernando que gerou um pequeno dossiê sobre a nova e peculiar raça de criaturas.
Pixls são uma espécie aliada da turma do Mario; sua primeira e até então única aparição se deu em Super Paper Mario para Nintendo Wii. No game, os Pixls ajudam Mario, Peach, Bowser e Luigi em sua jornada dando a eles movimentos especiais — tais como arremesso de itens e explosivos. Eles podem até mesmo servir de plataforma para auxiliar a aventura de Mario e sua equipe. Todos os Pixls produzem um brilho natural e possuem uma forma física um tanto quanto... única! Você saberá sobre cada um dos Pixls no decorrer da matéria.

Ascensão e Criação dos Pixls

3000 anos antes dos acontecimentos de Super Paper Mario, um poderoso mágico pertencente à Tribo dos Anciões criou os doze primeiros Pixls. Ele conseguiu dar vida a eles transferindo um espírito para um receptáculo, que fora construído para este propósito específico. Não se sabe ao certo de quem pertencia o espírito usado na criação dos Pixls, mas existe a especulação de que tenham sido provenientes de seres humanos. Após a morte do mágico, seus aprendizes descobriram como gerar novos Pixls baseado nos doze originais criados por seu mentor. Na época, eles se tornaram algo como as "ferramentas de meditação" dos Anciões, que, de alguma forma, se tornaram dependentes das criaturinhas ajudantes. Com a ajuda de muitos Pixls, a Tribo dos Anciões prosperou como nunca.

Mas felicidade de ancião dura pouco: um dia, uma Pixl enorme que se autoproclamava "Rainha dos Pixls" (Pixl Queen), apareceu; ao seu comando, Pixls de todos os lugares — aparentemente sob controle cerebral — se rebelaram contra seus mestres. Embora a maioria dos Pixls seja composta por espíritos bem contidos, a Rainha dos Pixls era um espírito maligno, provavelmente o de um ser humano, contido num Pixl. Ela tinha o poder de comandar todos os outros Pixls. E os anciões? Estes, estavam tão dependentes de sua interação com os Pixls que acabaram devastados. Subitamente, eles se viram sem a habilidade de construir e de manter um império estável, tornando-se, consequentemente, escravos da Rainha dos Pixls.

Em meio à ruína, felizmente, surgiu uma luz: os herdeiros dos doze Pixls originais apareceram e deram um fim às hordas de soldados Pixls, libertando os anciões escravizados. Para tanto, eles usaram de Cartões de Captura (Catch Cards) para prender os Pixls controlados por lavagem cerebral e, em seguida, curá-los.

A Rainha Pixl foi finalmente derrotada em seu próprio castelo por um dos Pixls sobreviventes, que lutou contra seus poderes de ilusão. Foi aí que a verdade foi descoberta: a Rainha Pixl era, na verdade, o primeiro Pixl a ser criado em toda a história. O mestre mágico deu origem a ela após estudar sobre o Prognóstico da Escuridão. O sobrevivente da batalha, que, provavelmente, era uma das pessoas que veio a fazer parte da Tribo da Escuridão, decidiu desaparecer com o livro — o Prognóstico da Escuridão — para que este tipo de catástrofe jamais viesse a acontecer novamente. Depois de tudo, os anciões decidiram limitar o poder de todos os Pixls e proibiram contato com sua criação. Eventualmente, tanto a influência quanto o poder dos anciões caíram por terra, até deixarem de existir.

Os Pixls

Conheça cada um dos membros dessa interessantíssima raça que só tem a ajudar os heróis em suas aventuras, conferindo-lhes superpoderes. O nome de cada um dos Pixls tem relação direta com suas respectivas habilidades. Olha só:

Tippi: não sei o quanto você se lembra de nosso dossiê Conde Bleck, mas lá é onde explicamos pela primeira vez que o Pixl central de Super Paper Mario, a borboletinha conhecida como Tippi, é, na verdade, Lady Timpani — que vem a ser o par romântico da versão original de Conde Bleck, o maior vilão do game. Ela ajuda o encanador a encontrar segredos, derrotar inimigos e lhe dar várias dicas sobre o game — daí, a escolha para seu nome, visto que tip, em inglês, quer dizer dica ou sugestão. Após se sacrificar no fim da história do game principal — ops, falei o que não devia...? —, ela não pode mais ser usada como um Pixl (até porque deixa de ser um), mas pode ser substituída por Tiptron, uma versão robótica da lepidóptera brilhante que fora criada pelo camaleão Francis.

Thoreau: Seu nome vem do inglês throw, que quer dizer arremessar — refletindo o poder que ele dá aos membros da turma do Mario, que podem segurar, carregar e arremessar inimigos e objetos; é similar à física de Super Mario Bros. 2 (ou Yume Kōjō: Doki Doki Panic). Ele sempre te dará uma "mãozinha" para derrotar os inimigos. Ele é o único Pixl que quebra a quarta parede, acreditando que um ser maior está assistindo a aventura, e que, por mais confusas sejam as instruções de comando do jogo (nas explicações, por exemplo, dos personagens sobre pressionar o botão 1 ou 2) — , ele diz que este ser entenderá. É uma referência direta a você, querido jogador!

Boomer: "Você constrói, eu destruo." É esse o lema de Boomer, o Pixl mais explosivo de todos. Divide grande semelhança com um Bob-omb e carrega o legado de Bombette (Paper Mario) e o Almirante Bobbery (Paper Mario: The Thousand-Year Door). Seu nome, obviamente, vem de boom — famosa onomatopeia usada para transcrever o som de uma explosão.

Slim: um personagem com um forte sotaque sulista americano. Dando ao Mario a habilidade de ficar fino como papel — mais fino do que já é! — para alcançar áreas previamente inacessíveis, seu poder lembra muito o de Vivian (Paper Mario: The Thousand-Year Door) e de Lady Bow (Paper Mario), exceto pelo fato de que, com o Slim, o jogador consegue se mover sem perder a invulnerabilidade. Seu card diz que ele gosta de experiências alucinantes.

Thudley: o quinto Pixl a ser encontrado pelos heróis ao longo de sua jornada. Mario e sua turma o encontram na região de Bitlands. Como diferencial, ele transmite aos personagens a habilidade de dar Ground Pounds. Sua descrição diz que ele é um antigo astro de luta livre, mas que uma substituição da anca o manteve longe dos ringues. Em um minigame do jogo, Thudley elogia a Princesa Peach por causa de seu corpo "inacreditável". Vamo' pegar esse safado!

Carrie: sua habilidade especial é a de se transformar numa plataforma — de modo que possa carregar o personagem e levá-lo ao longo de áreas perigosas demais para se caminhar ou extensas demais para um pulo. Ela é encontrada no porão da Fortaleza do Fort, presa numa gaiola. Seu nome provém do inglês carry, que quer dizer carregar. Se puder observar, notará que a Carrie possui o formato de... uma base para um cubo em dobradura!

Fleep: os poderes do sétimo Pixl fazem com que ele altere as dimensões do plano de fundo, permitindo que o jogador tenha acesso a objetos que estavam originalmente escondidos. Seu nome é um trocadilho com a palavra flip, que, dentre muitas outras definições, pode significar "alternar" entre modos diferentes de mecânica — no caso, dimensões. A capacidade de revelar objetos ocultos para o jogador é semelhante aos poderes da Madame Flurrie de Paper Mario: The Thousand-Year Door.

Cudge: forma de um martelo! O Cudge pode ter uma carinha adorável, mas sabe dar umas boas porradas. No game, ele é usado para destruir Blocos Amarelos, tanto os mais visíveis quanto os camuflados. Interessantemente, Cudge percebe que não foi sempre um Pixl, o que pode indicar que os Pixls não são uma raça — e sim, a transformação de uma raça anterior. Seu nome deriva de cudgel, que traduz para "porrete".

Dottie: ela tem a curiosa habilidade de diminuir o tamanho do personagem. Isso permite não somente que o herói possa acessar lugares pequenos, como portas e canos diminutos — como também caminhar por cima da água. Dottie é extremamente útil, pois apenas com sua habilidade é que podemos acessar as lojas Itty Bits localizadas em Flipside, Flopside, The Dotwood Tree, Land of the Cragnons e The Overthere.

Barry: Provavelmente um dos primeiros Pixls opcionais de todo o jogo, Barry é encontrado por Mario e Peach assim que Francis sequestra a Tippi. Depois de ajudar os heróis a alcançar a Fortaleza do Francis, ele se junta ao time de Mario simplesmente porque não tem mais nada para fazer da vida. Seu poder especial é o de envolver o personagem principal com uma forte barreira, capaz de causar danos aos seus inimigos e até mesmo ricochetear ataques projéteis de volta para o inimigo. Barry foi provavelmente o único que não fazia a menor ideia de que Mario era o tão esperado herói da luz!

Dashell: ele é um ex-piloto de corridas. Como resultado disso, a habilidade especial que ele confere ao usuário é o conhecido como dash — um turbo de velocidade. Dashell é um ajudante destravável, que pode ser aberto após a derrota de Wracktail na área Flipside Pit of 100 Trials. Ele é o segundo dos três Pixls opcionais, e nem é um cara tão durão quanto parece: alegadamente, ele odeia brigas, e confessa sempre dar o fora quando acontece uma.

Piccolo: Piccolo é um Namek que já apanhou de Goku e treinou seu filho, Gohan-- ops, Piccolo errado. O Piccolo de Super Paper Mario é um Pixl extremamente diferente. Com o formato de uma clave musical, você só poderá adquirir esse Pixl secreto se executar corretamente uma série de comandos. Já que o propósito da matéria é falar sobre todos os Pixls como um todo, temos certeza de que este é um assunto para outra hora. O que importa é que Piccolo pode tocar uma doce melodia capaz de curar todo o status de seus parceiros. Seu nome, além de significar "pequeno" em italiano, deriva do instrumento de sopro que conhecemos como flautim — o qual é conhecido mundo afora como piccolo.


Na versão beta de Super Paper Mario, é possível ver um Pixl que foi descartado da versão final. Também, algumas falas do jogo indicam a existência de mais algumas criaturinhas que não tiveram aparições no jogo — apenas algumas menções. Estes são Tiptron Mk. II, Breadward e o Legendary Pixl.

Esse dossiê é um tipo de complemento à postagem "Mario e seus companheiros de RPG", no qual explicamos como funcionava o sistema de companheirismo dos RPGs do Mario antes do surgimento dos Pixls. Em Paper Mario para 3DS, é provável que retornará o sistema antigo de parceria ao invés dos Pixls, mas vamos esperar para ver.
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (20)

20 comentários:

Unknown disse...

vou fazer oque for preciso pra conseguir esse jogo agora!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Ja liberei todos os pixls, até os três que são "secretos". E se você usar o Piccolo, na batalha contras as Underchomps, elas acabam adormecendo, e você então pode ataca-las livremente. Só uma dica ;D .

Jorge Newton disse...

Sempre quis jogar esse jogo. Pra comprara a Tiptron deve ser um pesadelo para o jogador (ou não) pois ela custa 999 moedas, o máximo que o jogador pode carregar (tirei da Super Mario Wiki).

FabrizioBS disse...

o piccolo também muda o som do pulo. O dificil não é conseguir 999 moedas, é só ir nos lugares certos, o dificil mesmo é conseguir pegar o piccolo, eu tive que usar walktrough,pois não aguentei ficar procurando por todas as pessoas que eu tinha que achar: são 8 mundos, divididos em 4 partes, uma maior que a outra, além de duas cidades enormes, realmente não é nem um pouco fácil achar tudo, sem usar walktroughé claro.

Anônimo disse...

Preciso desse jogo! Preciso de um Wii!

Matheus Monteiro disse...

Nunca achei graça da série Paper Mario, tentei jogar uma vez (até era legal) do Wii mas nunca consegui passa a fase, então deixei queto e odeio a série deis de então. Ok, não odeio a série, mas o jogo do Paper Mario para Wii sim '-'.

Junitti disse...

tem um ai que não tinha liberado antes preciso destrava-lo! >:D

Yoshiice disse...

Muito boa matéria Jardim!

Qual é seu pixl favorito?

Super mario bros. disse...

Boa matéria Jardim, bem interessante a historia dos pixls, nem tenho um Wii e da seria Paper Mario só joguei o do N64 Okay.

Yoshiice, se eu fosse escolher um Pixls eu escolheria o... Barry pelo poder dele meio que igual ao do Metal Mario.

Gi disse...

Li uma vez que o Dimentio é descendente desse Magico que criou os Pixl. Fechei o jogo hoje! Tem uma história tão linda... Mas agora eu não tenho mais o que fazer, que tédiooo!¬¬

Felipe Fabricio disse...

@Gi-Luppi
Compra outro jogo :P
Ou formata esse e começa tudo de novo.

Caetano disse...

Eu gostei de todos.
Mais mudando de assunto eu comprei um 3DS hoje e a minha nota para o console foi + ou - porque o efeito 3D me deu um pouco de dor de cabeça e era um pouco diferente do que eu pensava.Vou esperar o Wii U que deve me agradar mais.Só que esse é o único console da Nintendo que eu + ou - gostei,os outros são ótimos (pra mim).Só que eu acho que comprei cedo de mais.

Caetano disse...

Mais nesse post o meu favorito é o Fleep

Unknown disse...

ei caetano, me add no 3ds! ou vc vai vender ele? meu fc é 1418-6767-8819

Holo disse...

@Gi-Luppi

Infelizmente Super Paper Mario é o único RPG de Mario com uma história descente....*suspiro* e eles tiveram que massacrar ela no final do jogo.

Caetano disse...

Nossa.Não vou nem comentar pra não dar uma nova briga (NINGUÉM RESPONDE ISSO!!!!)

Šupɇř ɱariΘ disse...

Galera, me add no 3DS: 4940 - 5654 - 6288
Mas tá sem net sem fio aki, acho q vou acc daki 1 semana

Ness_64 disse...

Sorri com a piadinha com o Piccolo no final. XD

ZX4 disse...

Esqueceu de dizer que o Piccolo é a contra-parte do Kami-Sama

Diogo disse...

@mighty se eu n tivesse o piccolo antes dos underchomps,eu nunca teria completado esse jogo,pq eu tinha 8 de HP e salvei antes da batalha estilo earthbound

Postar um comentário