Hey, paisanos! Estão fazendo um jogo baseado no desenho clássico do Mario dos anos 90

Empolgante novidade para quem nasceu entre os anos 80 e 90, alguém está trabalhando para transformar o desenho The Super Mario Bros. Super Show!, exibido pela Rede Globo em 1991 pelo programa Xou da Xuxa, num jogo eletrônico.

Com poucas referências oficiais na época em fora produzido, o segmento animado do programa — paralelo aos episódios em live-action que entornavam os desenhos —, teve bastante liberdade criativa nas mãos da DIC Entertainment. A empresa, também responsável por clássicos Sonic, o Ouriço e Em Que Lugar da Terra Está Carmen Sandiego?, era referência na criação e no desenvolvimento de animações, dando vida e carisma a diversos personagens oriundos no mundo dos video games. Não é à toa que tantos fãs ainda guardam com carinho as memórias d'O Super Show dos Irmãos Mario, seus cenários, personagens e inesquecíveis temas musicais.

Um destes fãs é Jesus Lopez, um animador profissional que já tem passagem por vários jogos conhecidos, como DuckTales: Remastered e Shantae: ½ Genie Hero, e decidiu produzir um jogo com animações totalmente desenhadas à mão inspirado pelos gráficos do saudoso cartoon dos Irmão Mario:


Link direto

Lopez tem feito tudo por conta própria com a colaboração de seus filhos, o que torna o hobby numa deliciosa colaboração familiar. Já há três anos no projeto, as primeiras impressões do jogo são as melhores: animações muito bem fluidas, com cenários e Power-Ups que mais parecem uma extensão dos desenhos outrora transmitidos no programa da Xuxa, tamanha a fidelidade à fonte. A primeira fase divulgada, Pasta Land, aparece no episódio "The Pied Koopa" num layout adaptado com maestria para uma fase de rolagem lateral.

Conteúdo adicional, novos personagens jogáveis como a Princesa Cogumelo, Luigi e o Toad estão sendo trabalhados. A melhor forma de fazer com que este emocionante projeto continue é prestar suporte e feedback ao trabalho de Lopez em seu canal e ficar de olho nos próximos passos deste grande artista.

Hoje, a série Mario é muito mais padronizada, e dificilmente teria condições de sair das regras impostas pela gigante japonesa que a mantém. Por isso, a ambientação criativa de séries antigas do encanador bigodudo é material de máquinas do tempo, e só poderíamos torcer para que caíssem nas mãos de gênios como Jesus Lopez.

Do the Mario!
Eduardo Jardim

Natural de São Paulo (SP), Eduardo "Pengor" Jardim é um criador de conteúdo, cartunista e imaginauta. Criou o Reino do Cogumelo em 2007 e desde então administra e atualiza seu conteúdo, conquistando um prêmio Top Blog e passagens pela extinta Nintendo World.

1 Comentários

  1. ~Eu conheci esse projeto mais ou menos em 2016/2017
    (essa era a época que eu tentava desfrutar tudo da serie Mario)
    Mas sinceramente eu acho que a Nintendo vai tacar uns direitos autorais no cara
    ;-;

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem