sábado, 14 de outubro de 2017

Confira as duas belas capas e saiba detalhes da primeira análise de Super Mario Odyssey da revista EDGE

Primeira mídia jornalística de games a publicar uma análise do aguardadíssimo Super Mario Odyssey para Nintendo Switch, que chega às lojas no dia 27 de outubro, a renomada revista britânica EDGE preparou duas capas diferentes destacando esta matéria com artes espetaculares que fazem referência ao tema principal do game - viagens - e também à sua história, que envolve um casamento forçado de Peach com Bowser. Confira imagens de ambas logo abaixo.


Já disponível para assinantes, a nova edição da revista EDGE, de número 312, obviamente traz uma análise extremamente elogiosa de Super Mario Odyssey, que recebeu da publicação uma rara nota perfeita (10). Para satisfação de quem não tem acesso a esta revista, o leitor KoopaKid, divulgou muitos detalhes entusiasmantes desta matéria no fórum de games NeoGAF que certamente vão deixar fãs do mascote bigodudo da Nintendo ainda mais ansiosos para colocar a mão nesta espetacular aventura 3D. Conheça todos eles a seguir.

- Há 50 possibilidades de captura. 'Elas atendem bem às físicas e manuseio de cada uma das novas formas, fazendo de cada uma agradável de se controlar'.

- As transformações 'não são sempre essenciais, e em muitos casos o repertório de Mario é suficiente para avançar, embora geralmente seja mais rápido ou mais fácil fazer esta mudança. Algumas vezes você deixa Mario de lado simplesmente pela novidade de jogar como alguma coisa diferente'.

- 'Mesmo deixando Cappy fora da equação, nosso herói foi provido com o mais expansivo conjunto de movimentos de todos... é tentador dizer que nunca foi tão bom ter Mario nas palmas das mãos.'

- O modo portátil parece um pouco comprometido comparado a se jogar com os Joy-Cons separadamente em mãos, parte disso porque pode ser difícil visualizar alvos distantes na tela pequena. A TV parece a casa natural de Odyssey.

- Há uma variedade de missões específicas de estágios que oferecem uma progressão mais tradicional e estruturada, mas geralmente você é livre para escolher o que quer fazer em seguida.

- 'Nem todas as atividades são criadas igualitariamente, mas você nunca está longe de uma nova ideia brilhante ou uma mudança inteligente de uma ideia antiga.'

- A mais fina seleção de lutas contra chefes de games Mario.

- 'A festa continua depois do final do game também', mas não há detalhes específicos sobre o assunto. Há um certo tipo de conteúdo com spoilers que faz referência a games passados da série Mario.

- 'Ha muito de The Legend of Zelda: Breath of the Wild em Super Mario Odyssey, da chance de observar destinos em potencial do alto do cenário, ao modo como a trilha sonora deixa você se aclimatizar com o ambiente ao seu redor com relativo silêncio antes que o tema do estágio seja apresentado. Mas é mais óbvio no modo como os cenários apelam para a sua curiosidade natural, vistas e sons te distraem de seu caminho presente - e em seu vasto volume de diversões.'

- 'Link pode ter mais sementes de Korok para encontrar do que Mario tem luas, mas não muitas mais.'

- 'Odyssey se mostra como uma verdadeira reinvenção do gênero plataforma de mundo aberto.'

- 'dando a você um amplo número de maneiras de coletar luas, é um game que considera mais todo tipo de jogador'

- 'Peach, da sua parte, não é a donzela em perigo e sua função se expande após o final do game, embora não da maneira que você talvez esteja esperando.'

Via NeoGAF e EDGE (Twitter)
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário