segunda-feira, 20 de março de 2017

Nintendo conquista segunda vitória nos tribunais em caso de quebra de patente envolvendo o 3DS

Movido pela Tomita Technologies contra a Nintendo em janeiro de 2014, o processo judicial envolvendo quebra de patente relacionada à tecnologia de efeito 3D sem uso de óculos teve mais um desdobramento positivo para a criadora de Mario. Para quem não se lembra, em abril do ano passado a Nintendo havia vencido a disputa em um tribunal de Nova Iorque, revertendo a decisão anterior da justiça de que deveria pagar U$3 para cada portátil 3DS vendido à Tomita Technologies.

A Tomita Technologies recorreu então da decisão tomada pelo juiz Jed Rakoff, mas na última sexta-feira, 17 de março, a Corte Federal de Nova Iorque determinou que a tecnologia utilizada no 3DS é "significativamente diferente" da tecnologia patenteada pela Tomita, e portanto a Nintendo não cometeu nenhuma infração. A Nintendo of America mais uma vez se manifestou sobre o assunto, comemorando esta segunda vitória nos tribunais e reforçando o compromisso da companhia em defender agressivamente sua longa tradição de trazer produtos inovadores ao mercado. Leia a declaração completa da Nintendo logo abaixo.

Estamos muito satisfeitos com a decisão da Corte. Nintendo 3DS nunca usou a tecnologia da patente de Tomita, e a decisão da Corte confirma a longa tradição da Nintendo em usar sua própria tecnologia inovadora. Este caso também prova mais uma vez que a Nintendo vai defender agressivamente processos legais de patentes quando nossos produtos não as infringem, mesmo que tenhamos de fazer isso por muitos anos, através de múltiplos julgamentos e em múltiplos países. - Ajay Singh, Diretor de Litígio e Conformidade da Nintendo of America

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário