quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Assista a uma caprichada e reveladora homenagem em vídeo aos 30 anos do clássico Kid Icarus feita por fã

Inspirado em elementos da Mitologia Grega e também do folclore japonês, Kid Icarus é sem dúvida um dos títulos mais fascinantes criados pela Nintendo para o seu lendário sistema 8-bits, embora nunca tenha alcançado de fato o reconhecimento merecido por parte do público. O game Kid Icarus nos apresenta a saga do jovem Pit, um anjo incapaz de voar, para derrotar a terrível Medusa, Deusa das Trevas, e resgatar Palutena, Deusa da Luz, aprisionada por sua algoz em um palácio nos céus.

Idealizado pelo programador Toru Osawa com a direção de Satoru Okada, esta épica aventura de plataforma traz uma jogabilidade extremamente desafiadora e ao mesmo tempo estimulante que, embora empreste algumas dinâmicas de jogo de outros três clássicos do NES - Super Mario Bros., The Legend of Zelda e Metroid - tem uma forte identidade que faz dela uma das maiores jóias "obscurecidas" da Nintendo.

Lançado em 19 de dezembro de 1986 para Famicom Disk System no Japão com o título de 光神話 パルテナの鏡 Hikari Shinwa Parutena no Kagami, o game teve seu título alterado para Kid Icarus quando chegou ao NES na Europa em 15 de fevereiro de 1987 e também na América do Norte em julho do mesmo ano.

No vídeo abaixo, fruto de uma elaborada pesquisa e da impressionante dedicação do produtor responsável pelo excelente canal Gaijillionaire no YouTube, temos uma belíssima homenagem aos 30 anos deste fantástico game, que mergulha fundo na riquíssima história de fundo de Kid Icarus, traz detalhes muito interessantes sobre sua criação, e até mesmo ensina de forma bem detalhada como conseguir os três tesouros sagrados que liberam o melhor final do jogo. Vale notar que esta produção conta com legendas em português do Brasil, que você pode ativar clicando no ícone de engrenagem localizado na parte inferior do vídeo. Divirta-se, leitor(a)!

Link Direto
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário