Governo da China remove limitações legais envolvendo produção e distribuição de videogames na região

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Segunda maior economia mundial, apenas nos últimos anos a China resolveu ser mais amigável com o mercado dos consoles de videogame, com o governo lentamente diminuindo as pesadas restrições impostas em relação à comercialização destes produtos na região. Embora o governo chinês tenha liberado a produção e distribuição de consoles de videogame em 2014, os hardwares deveriam ser produzidos e vendidos apenas dentro de uma zona específica do país, a Shanghai Free Trade Zone.

Mas isso acaba de mudar. Segundo matéria publicada pelo respeitável Wall Street Journal, a China removeu as limitações impostas à produção e distribuição de consoles de videogame em seu território. Isso certamente abre uma oportunidade valiosa para a Nintendo, que já atua na região desde 2003 com o lançamento da plataforma iQue, um dispositivo plugável em televisores que roda games de Nintendo 64; com o passar dos anos, o país recebeu também os sistemas iQueDS e iQue3DS.

Ainda que o sistema de censura dos produtos de entretenimento seja bastante rígido na China, a notícia de que o governo local facilitou o processo de produção e distribuição dos consoles certamente abre possibilidades interessantes (e lucrativas) para a Nintendo, dependendo da abordagem a ser adotada pela companhia nesta área. Vale lembrar que a Nintendo pretende revelar seus planos especiais para mercados emergentes no final deste ano, então muito em breve devemos também ter boas notícias envolvendo o lançamento de hardwares e games da companhia em nosso país.

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário