Nintendo patenteia tecnologia capaz de fazer os olhos visualizarem 3D em telas 2D convencionais

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Uma patente registrada pela Nintendo em março deste ano nos Estados Unidos traz um conceito realmente interessante, e muito intrigante. A tecnologia em questão é chamada de "Eye Tracking Enabling 3D Viewing on Conventional 2D Display", ou "Rastreamento de Olhos Permitindo Ver 3D em Telas 2D Convencionais". Segundo a descrição e as ilustrações desta patente, ao usar um dispositivo especial (em formato de óculos ou mesmo de um boné), o usuário teria a ilusão de estar vendo uma cena 3D ao olhar para uma tela 2D, graças a uma "câmera" que detectaria seu ponto de vista em relação à tela; dependendo da distância e do ângulo que ele está olhando para a cena, a impressão que se tem é a de que a imagem está se projetando para fora da tela. A seguir, você confere um resumo da patente focado na principal função desta tecnologia (incluindo alguns exemplos de seu uso em games), e doze ilustrações que mostram mais claramente como seria seu funcionamento.

Essa tecnologia não-limitativa exemplificada através de ilustrações permite visão 3D em telas 2D convencionais como televisores domésticos, a partir do ponto de vista da pessoa. Detectando a movimentação do ponto de vista da pessoa para mudar a visão do objeto exibido dá a ilusão de que o objeto está fisicamente presente em um espaço tridimensional. Detecção de movimento do ponto de vista pode proporcionar benefícios em relação à lógica de colisão dos games, como permitir aos jogadores desviar de projéteis, oferecer a um personagem do jogo a habilidade de "ver" o jogador quando este não estiver protegido atrás de obstáculos no seu ponto de visão, e outras vantagens.


Será que a Nintendo pretende usar essa tecnologia em games para Wii U, através do lançamento de acessórios especiais como os que foram mostrados em algumas das imagens acima? Ou será que essa é uma das ideias para o seu console de próxima geração? O que você achou do conceito apresentado nesta patente, leitor(a)? Comente.

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário