Desenvolvedores tentam responder se o Wii U é mesmo um console de nova geração, e falam sobre seu potencial

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

A revista britânica GamesMaster entrevistou alguns desenvolvedores de games em sua última edição, e quis saber a opinião deles sobre o fato do Wii U ser ou não um console de nova geração. Os desenvolvedores que tentaram responder esta intrigantes questão foram: Gabrielle Schrager, roteirista da Ubisoft, Mikael Haveri, gerente de marketing da Frozenbyte, Matt Prior, produtor da EA Sports, e Melanie Faulknor, produtora externa da Bioware. Embora não tenham fornecido respostas conclusivas sobre este polêmico assunto, todos elogiaram as características inovadoras do GamePad, e pareceram muito satisfeitos com o desempenho gráfico do console. Abaixo, você confere o que cada um dos desenvolvedores(as) mencionados(as) acima declarou sobre em que sentido o Wii U é um console da nova geração.

Gabrielle Schrager, da Ubisoft
Próxima-geração? Ou Próxima-próxima-geração? Depende do que você quer dizer com isso. Com o Wii U, a Nintendo definitivamente reconheceu a importância dos chips de alta velocidade e gráficos de ponta, mas este não é o coração nem a alma da máquina.

Mikael Haveri, da Frozenbyte
Wii U é nova geração assim como o Wii foi. Claramente revolucionário de muitas formas, mas talvez levemente inferior quando se trata de poder puro. É um palpite razoável que a próxima rodada da competição vai elevar um pouco as especificações técnicas, mas a questão mais importante é se eles vão implementar uma interface de toque. Vendo deste modo o GamePad é a novidade mais importante, que nitidamente combina a experiência de console com os agora-tão-populares tablets. Todos os jogos são desenvolvidos com o GamePad como parte integral, e se ele se provar tão popular como o Wii Remote, então a Nintendo pode definir o que é nova geração.

Matt Prior, da EA Sports
O Wii U é um hardware novo empolgante que oferece oportunidades que outros consoles não podem oferecer, simplesmente por causa da singularidade da plataforma, em particular o GamePad. Nós queríamos ter certeza de utilizar este diferencial e trazer recursos que utilizem o GamePad, não de qualquer jeito mas de formas que adicionem valor real e melhorias para o jogo. Tão importante quanto isso, queríamos usar o GamePad para atrair mais pessoas para o jogo. Graficamente, o Wii U está no nível do Xbox 360 e do PS3, e nós fomos capazes de fazer algumas melhorias gráficas decisivas.

Melanie Faulknor, da Bioware
O jeito que o GamePad funciona, permitindo que você leve o game que está jogando na TV e instantaneamente transfira ele para o GamePad, eu penso que este modelo se tornará padrão nas casas, porque se você está compartilhando o televisor, esta luta constante pela TV não é mais um problema.

Algo que fica bem claro pelas palavras destas pessoas que realmente trabalham com games, e produzem para as mais variadas plataformas, é que somente gráficos não definem uma nova geração, é preciso trazer algo realmente inovador, que contribua para a evolução da indústria. Neste sentido, ao aliar bons gráficos a uma nova maneira de jogar, o Wii U pode ser considerado sim um console de nova geração, assim como foi o Wii. O que você pensa a respeito, leitor(a)? Você considera o Wii U um console de nova geração, ou não está preocupado(a) com isso? Comente.

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (1)

1 comentários:

SASUKE disse...

até o momento o wiiU é o console mais poderoso e de melhor interatividade prova disso eu joguei black ops nos 3 40%melhor q no ps3 q da lag extremo no modo zumbi de 2 players pra cima é um chaos e de até 15% melhor q do xbox ficando igual ao black ops2 do PC até o momento sim 8 geração vamos ver até lançarem prox xbox e play em grafico vai agora em criatividade só um myamoto 2 rsrsrs

Postar um comentário