Sakurai acredita ter sido capaz de completar missão dada por Satoru Iwata


Masahiro Sakurai, diretor do fenômeno Super Smash Bros. Ultimate para Nintendo Switch, chegou a dizer durante uma entrevista à Hobonichi de fevereiro de 2020 que considerava o jogo de luta como a missão final dada a ele pelo lendário Satoru Iwata — que nos deixou em 2015.

Satoru Iwata foi presidente e diretor executivo da sede da Nintendo no Japão desde 2002. Seu triste falecimento na época do Wii U o impediu de presenciar o lançamento do Switch, sistema em cujo projeto ele trabalhava até seus últimos dias — e que se tornaria um estrondoso sucesso em todo o mundo, com mais de 25 milhões de unidades vendidas.

Sakurai prometeu trabalhar duro e levar o projeto Super Smash Bros. Ultimate até o fim como forma de homenagem ao legado de Iwata:

Super Smash Bros. Ultimate foi lançado, certo? Na verdade, esta foi a missão final que me foi dada por Iwata-san. Esse jogo vendeu muito, não apenas no Japão, mas também no exterior, e se tornou o título mais vendido no Japão em 2018. Todo mundo gostou do jogo e ele trouxe os melhores resultados, e eu me sinto grato por isso.

No início deste mês, o tópico voltou a ser abordado em uma entrevista por e-mail para o site IGN, na qual Sakurai confirma a conclusão da tarefa:

Sim, eu acredito que fui capaz de completar totalmente esta missão.

Após o lançamento do último personagem DLC — Sora, de Kingdom Hearts — através do pacote de desafiante 11 de Super Smash Bros. Ultimate, Masahiro Sakurai pode finalmente respirar aliviado. Temos certeza de que o Sr. Iwata ficaria muito orgulhoso.
Eduardo Jardim

Natural de São Paulo (SP), Eduardo "Pengor" Jardim é um criador de conteúdo, cartunista e imaginauta. Criou o Reino do Cogumelo em 2007 e desde então administra e atualiza seu conteúdo, conquistando um prêmio Top Blog e passagens pela extinta Nintendo World.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem