segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Diretor de Mario + Rabbids: Kingdom Battle diz como equipe se preparou para mostrar o "Mario atirador" à Nintendo

O lançamento de Mario + Rabbids: Kingdom Battle para Nintendo Switch no dia 29 de agosto será histórico por uma série de razões, mas certamente a mais polêmica delas é o fato de que pela primeira vez desde sua estreia no mundos dos games em 1981, o mascote bigodudo da Nintendo vai utilizar uma arma de fogo para derrotar seus inimigos. No entanto, não há motivos para alarme dos puristas e de pais preocupados em ver a imagem do personagem associada a um comportamento de natureza tão agressiva e controversa, pois a Ubisoft, desenvolvedora do game, tomou todos os cuidados possíveis para garantir que a reputação do nosso pacífico herói não seja prejudicada.

Durante entrevista concedida ao site NDTV, o Diretor Criativo de Mario + Rabbids: Kingdom Battle, Davide Soliani, explicou como sua equipe se preparou para conseguir a plena aceitação da Nintendo ao seu "Mario atirador". Leia a declaração completa do desenvolvedor logo abaixo, e nos conte se gostou ou não da abordagem utilizada pela Ubisoft para trazer armas de fogo ao universo Mario pela primeira vez, leitor(a).

Nós fomos os primeiros e os maiores filtros antes de ir à Nintendo. A apresentação toda das armas aconteceu em Quioto, mas antes de ir lá nós sabíamos que era a primeira vez que Mario estaria segurando uma arma, sabíamos que isso possivelmente funcionaria apenas se fosse bem combinado com o tom de voz, o tipo de aspecto mais suavizado. Usamos muita desproporção para criar nossas armas, não queríamos que parecessem reais, mas ao mesmo tempo nós queríamos que o jogador entendesse a função apenas olhando para visual. Quando chegamos [na Nintendo], tínhamos uma visão das armas que era quase final, e eles aceitaram nossa intenção.

Via NDTV
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (1)

1 comentários:

Eduardo Silveira disse...

Realmente, essa deve ter sido a parte mais difícil do se fazer.

Postar um comentário