domingo, 6 de agosto de 2017

Anime Friends 2017: virado no Jiraiya, Reino do Cogumelo visita a convenção mais "sugoi" do ano!

Nos primórdios dos anos '80, antes que o encanador bigodudo da Nintendo pudesse receber a alcunha de um icônico mascote e sinônimo de sucesso, ele ainda era um esboço de ideias conjuntas vagarosamente interligadas pela mente do então diretor de Donkey Kong Shigeru Miyamoto. Antes de receber o nome que hoje estampa as boxarts nas prateleiras de todo o mundo, Mario era chamado de Jumpman, Mr. Video e, originalmente, Ossan — que, em japonês, significa algo nos moldes de "homem de meia-idade", ou "tio". Muito embora a franquia Mario e a Nintendo como um todo tenham conquistado o mundo ocidental com ventura absoluta, suas emblemáticas raízes mostram o quanto a cultura japonesa tem sido importante para a indústria do entretenimento. Não é à toa que tantas pessoas oriundas de toda a América Latina têm prestigiado este conjunto de manifestações artísticas da sociedade japonesa através do Anime Friends, um tradicional evento de cultura nipônica organizado pela Yamato Cultural.

Agora de cara nova, a 15ª edição do evento tomou palco no Transamerica Expo Center, em Santo Amaro, na Zona Sul da capital de São Paulo — um centro de convenções de 100 mil m² que, com cinco palcos, um auditório e várias áreas de entretenimento capazes de receber mais de 70 mil visitantes, deixou os gamers, otakus e nerds muito à vontade para curtir seus jogos, artistas, quadrinhos e demais nichos favoritos da cultura geek. Entre os dias 7 e 9 de julho, quando aconteceu o evento, não pudemos evitar de ficar embasbacados com a quantidade de atrações que puderam proporcionar para esta edição.

As coisas já começaram de forma mais "metal" que os componentes da Robirdo de Super Mario Advance: o humorista, ator e músico Bruno Sutter, a mente por trás de Detonator e da banda Massacration, quebra tudo no pavilhão Transamérica com brincadeiras interativas, apresentação de seu novo projeto e a dose certa de heavy metal e comédia.

A extasiante presença de Takumi Tsutsui, ninguém menos que Jiraiya: O Incrível Ninja, no Auditório Brasil Comic-Con faria até mesmo os Terríveis Ninjas Koopas Gigantes estremecerem. Sua apresentação, patrocinada pela Fontt Energy Drink, colocou o ator, dublê e dublador frente a frente com os fãs de tokusatsu de toda a América Latina. Uma lenda da extinta TV Manchete em carne e osso? Sim, por favor!

Um prato cheio de entusiasmo e nostalgia, as palestras interativas com os dubladores oficiais da série animada Hora da Aventura e o blockbuster da Marvel Studios Homem-Aranha: De Volta ao Lar levaram muita gente a ter aquela sensação de realização no Auditório Brasil Comic-Con. O grande mestre das vozes Guilherme Briggs, a quem os nintendistas facilmente atribuem a tão entranhada voz de Mewtwo em Pokémon: O Filme (1998), fez a alegria dos comparecentes no domingo, dia 9 — especialmente a minha! Transbordei uma indissimulável alegria no momento do encontro com ele, a quem considero um dos grandes ídolos da infância; olha só:

Também no evento, a equipe Reino do Cogumelo teve a honra de conhecer pessoalmente um amigo de longa data, CyberWolfJV, e seu alguém especial, Fernando Teixeira, mais conhecido como Spankaro. Ambos adicionaram à nossa já extraordinária experiência — portanto, fica aqui o nosso agradecimento especial!

O Encanador, o Ouriço e o Guarda-Roupa

Como já é de costume, os cosplayers, artistas de incomensurável criatividade e aplicação, tiveram bastante destaque. Além de um espaço dedicado ao vestuário e manutenção das peças e equipamentos, o evento destacou, no Palco Fantasy, uma apresentação do artesão Eder Cosmaker e concursos cosplay de tirar o fôlego em todos os três dias. Abaixo, seguem os cosplayers que mais chamaram a nossa atenção:


Acima: uma versão feminina e elegante do Super Mario ao lado da engenheira Bulma, filha do fundador da Corporação Cápsula! Não precisa nem dizer que é de Dragon Ball Z, né? À direita, um Mario descolado e pronto pra arrebatar donzelas em perigo.


Acima: Red Link de The Legend of Zelda: Tri Force Heroes e a "Enfermeira" Joy da série Pokémon mostram que podem agradar a todos os gêneros.


Acima: fãs da SEGA mostram todo o garbor e elegância de seus cinquenta tons de azul. Gotta go fast!


Acima: Shoutmon e Omnimon, que podem ser obtidos em Digimon Story: Super Xros Wars Blue and Red para Nintendo DS, mostram aos reles humanos o poder da fusão!

Irmãos de Batalha

Um dos elementos mais marcantes da série Mario é, sem dúvidas, a relação fraternal dividida entre os encanadores ítalo-americanos desde que foram entregues pela cegonha em Super Mario Bros. 2: Yoshi's Island. Sempre unidos para desbravar o desconhecido, Mario e Luigi, agora com 34 anos de interação, são fontes de inspiração para o contador Fefes Camargo, de 22 anos, e seu melhor amigo Alexsandro Almeida, de 23 anos e que trabalha com importação. Nem mesmo a noiva de Alexsandro, a professora de inglês Rafaela Monteiro, ficou de fora. O trio extraordinário decidiu encarnar Mario, Luigi e a Princesa Daisy nesta edição do Anime Friends — e o resultado ficou muito bacana.

Vocês também são irmãos de sangue ou só de aventuras, mesmo?
[Fefes] O Alex é meu irmão do coração. Eu costumo pensar que até mais do que isso, porque eu, como filho único, acredito que irmãos brigam eventualmente, e isso é algo que não acontece entre nós. Temos muito amor, cumplicidade e respeito um pelo outro, o que faz de nós a melhor dupla de irmãos que você respeita, hahaha! São cinco anos de amizade, mas nos conhecemos há um pouco mais do que isso.

[Alexsandro] Concordo com o Fefes. O laço entre nós é tão forte quanto o de um irmão de sangue; o nosso sangue pode não ser o mesmo, mas tenho certeza que metade das ideias são iguais, hahahaha. A amizade ficou forte mesmo depois que começamos a jogar video game juntos. Afinal, que boa amizade, de verdade, não começa com uma partida de um bom jogo?

Quem teve a ideia de fazer cosplay de Mario & Luigi? E de onde surgiu?
[Fefes] Somos muito fãs de anime e cultura japonesa — o Alex é até mais do que eu, o que fez com que ele sempre tivesse vontade de fazer cosplay. Nos últimos anos, comentávamos sobre o AF mas nunca conseguimos ir juntos. Quando realmente conseguimos nos organizar pra irmos, ele me disse: "mas nós temos que ir de cosplay". Eu, que sou uma pessoa muito tímida, pensei em qual cosplay eu encararia fazer, e respondi, "mas só se for de Mario e Luigi"; até porque faz sentido, já que eu sou gordinho e menor que ele, enquanto ele é alto e magrelo [risos]. Mario foi meu primeiro jogo na vida, sou gamer por causa dele, por isso sou muito fã (e qual gamer não é?!). Daí em diante, fizemos acontecer, buscamos referências, achamos onde comprar a roupa e conseguimos estar de cosplay no nosso primeiro AF juntos, em 2016. A primeira vez que vestimos, foi uma sensação incrível, fizemos questão de registrar, hahaha!

[Alex] Sim, como o Fefes disse, eu fui à primeira vez no AF2013 e fiquei impressionado. Foi uma imersão no universo de animes e games. Tenho que dizer que a experiência foi inesquecível. Vendo as pessoas de cosplay me fez pensar: "um dia, virei fantasiado". Quando chegamos no AF2016 como Mario e Luigi, mesmo sendo um evento que eu já tinha participado anteriormente, a experiência foi totalmente diferente. Poder passar um dia na pele do Luigi foi incrível; ver quantas pessoas gostam do "Mario Verde" foi demais.

Sensacional! Faz tempo que frequentam os eventos da Yamato?
[Fefes] Eu participei do AF 2011 e 2012, enquanto o Alex participou do 2013 e 2014. Tentamos nos organizar pra 2015, mas não conseguimos. Estivemos juntos pela primeira vez em 2016 e, pra Rafa, a primeira vez foi em 2017.

Então, já são da casa, praticamente! O que mais gostam dos personagens dos quais fazem cosplay? Vocês têm características em comum com seus respectivos personagens?
[Fefes] Como eu já disse, sou gamer por causa do Mario. Sou realmente muito fã dos jogos dele, e admiro muito a coragem de um encanador que encara mundo e até galáxias para salvar sua princesa. O que eu diria que temos em comum seria a amizade forte dos irmãos, acho essa uma qualidade forte entre o Mario e Luigi e entre nós. Não acha, Alex?

[Alex] Concordo, Fefes: é como você disse. Mas, pra mim, o Luigi é o mais legal dos dois, hahaha! Afinal, a cor verde sempre foi minha favorita. Fora isso, eu me identifico com o encanador verde, afinal ele é magrelo e alto, hahaha. Sem falar que sempre tive uma quedinha pela princesa Daisy, e agora eu tenho a minha!

[Rafa] Pra mim, é o fato de ela amar o Luigi, hahaha. Também, o cabelo dela é mais bonito que o da Peach. Sem falar que meu tom de pele tá mais pra Daisy! Ela sempre foi minha personagem favorita no Mario Party.

Vocês são uma versão mais "aparelho de barbear" dos Irmãos Mario! O que houve com o icônico bigodão?
[Fefes] Hahaha, uma pergunta que foi polêmica no AF 2016, mas que, em 2017, ninguém se importou muito, não. A verdade é que não achamos um bigode bom, bonito e confortável o suficiente para agregar ao nosso cosplay. Sugeriram que a gente pintasse, mas não achamos que ficaria bonito, e compramos na internet um bigode adesivo, que incomodava e coçava muito. Nós os usamos no AF 2016, mas aí, nos eventos seguintes, recebemos patrocínio de uma marca de lâminas de barbear [risos].

Mas me diga, Alex, foi difícil conquistar a Princess Daisy?
[Alex] Foi moleza, ela já estava na minha! [risos] Que nada, na verdade, nos conhecemos por meio de uma amiga da gente. Quando nos encontramos, na primeira vez, ela veio falar comigo. Não sou muito bom para conversas intelectuais, mas quando ela disse que gostava de jogos, me senti em casa. Conversamos bastante, viramos bons amigos e, aos poucos, fui vendo que tínhamos muitas coisas em comum. Fui viajar no final do ano e, quando estava para voltar de viagem, ela me disse que um cara tinha pedido pra ser seu Player 2. Pensei, "oh no", juntei coragem de onde não tinha — assim como o Luigi faz em Luigi's Mansion —, aí lhe enviei uma mensagem dizendo que tínhamos que conversar. Em uma conversa de mais ou menos uma hora, falei que estava interessado nela e que já éramos bons amigos. Em seguida, a pedi em namoro e pensei, "lascou!", hahaha. Foi muito engraçado porque, de repente, éramos namorados mas, ainda assim, amigos. A diferença é que agora eu poderia beijar a princesa! E estamos nessa, nos dando muito bem a cada dia que passa. Estamos noivos agora e não me vejo mais sem ela. Agora, sempre há quests e desafios, pois ambos trabalhamos e moramos um pouco longe. Mas, em breve, teremos muito mais tempo!

Parabéns, paisanos! Até o reencontro! Se você, querido leitor, ainda tem dúvidas sobre a união de Luigi e Daisy, confira um artigo especial no qual compilamos informações interessantes a respeito de seu relacionamento ao longo dos jogos.

Mesmo previamente altas, as nossas expectativas para um dos mais populares eventos da Yamato Corp deste ano foram superadas pelo novo local e pela quantidade de diversão e entretenimento que pudemos extrair da convenção. É um imenso ponto de encontro capaz de acomodar os visitantes numa das mais memoráveis experiências que poderiam ter. A cada sorriso admirado, a cada fulgor de vislumbre da reunião e aplicação de tudo aquilo que mais gostamos e com o qual mais nos entretemos, nos sentimos, do começo ao fim, em casa.

Fique antenado nos websites oficiais do Anime Friends e Ressaca Friends — e que venham os próximos! Let's-a keep-a going!
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário