sexta-feira, 29 de abril de 2016

Kimishima diz que Nintendo decidiu lançar o "NX" em março de 2017 para incrementar sua linha inicial de games

Durante sessão de perguntas e respostas com investidores realizada esta semana pela Nintendo, uma inevitável questão acabou sendo dirigida ao presidente da companhia, Tatsumi Kimishima: por qual razão o "NX" será lançado apenas em março de 2017, perdendo a temporada quente de vendas do final de ano? Afinal, um dos lemas de Hiroshi Yamauchi, falecido ex-presidente da Nintendo, era o de que não se pode perder este importante período comercial ao lançar um novo hardware de games no mercado; depois de lançar o 3DS no mês de fevereiro, e agora o "NX" em março, estaria a Nintendo mudando sua forma de pensar?

A resposta de Kimishima, que você pode conferir na íntegra logo abaixo, destacou o fato de que a Nintendo precisa de mais tempo para preparar uma forte linha inicial de games para seu console de próxima geração, certamente para evitar os erros cometidos na atual geração.

Não há nenhuma mudança em nossa forma de pensar sobre o período de lançamento. Quando lançamos hardware, a questão "Quantos softwares os consumidores poderão jogar?" é importante. Tempo de lançamento precisa ser baseado nisso. Os consumidores tendo mais dinheiro para gastar na temporada de férias é um grande fator para se começar então. Mas o nosso negócio integrado de hardware/software não acaba neste ano, mas é algo que pode ser jogado por muitos anos, então pensamos que "lançar algo de forma adequada" é a coisa mais importante. Tendo dito isso, não acreditamos que "a temporada de férias é obrigatória" mas ao invés disso devemos lançar quando pudermos oferecer algo adequado. O ponto não mudou.

E você, leitor(a), o que pensa sobre a decisão da Nintendo em lançar seu novo console em março do próximo ano para poder incrementar sua linha de games? Acredita que isso pode realmente afetar negativamente o desempenho inicial do "NX" nas lojas, ou acha que ainda é muito cedo para fazer especulações deste gênero? Comente!

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário