quarta-feira, 2 de março de 2016

Vitória da Nintendo em processo de quebra de patente envolvendo Wii é confirmada em tribunal dos EUA

Em dezembro de 2014, a Nintendo saiu vitoriosa em um processo movido pela companhia Ultimate Pointer com a alegação de que a tecnologia empregada no controle Wii Remote constituía a quebra de suas patentes de números 8,049,729 e 7,746,321. No entanto, após ser derrotada no tribunal federal de Seattle, a Ultimate Pointer decidiu apelar da decisão junto ao Circuito de Cortes Federais de Apelação dos Estados Unidos.

Desta vez, a Ultimate Pointer não apenas perdeu o caso, como também foi intimada a pagar algumas das despesas que a Nintendo teve com advogados neste processo, e teve sua conduta avaliada de forma negativa pela justiça norte-americana, pois "agiu de má fé, de forma vergonhosa e temerária" ao fazer acusações graves sem ter fundamentos sólidos para isso.

Ajay Singh, Diretor de Litígio e Conformidade da Nintendo of America, comemorou a decisão do tribunal estadunidense reforçando o compromisso da Nintendo em defender a legitimidade de seus produtos e respeitar a propriedade intelectual de terceiros.

Estamos muito felizes com este resultado. Este caso mais uma vez demonstra que a Nintendo vai defender com vigor a si mesma e a suas inovações contra processos de patente. Isso também demonstra que, quando justificado, a Nintendo vai buscar todos os meios possíveis de recuperar honorários advocatícios por conduta litigiosa imprópria. A Nintendo continua a apoiar os esforços de reforma para reduzir a carga de casos de patentes desnecessários e ineficientes como esse envolvendo empresas de tecnologias nos Estados Unidos.

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário