Top 5: Bruxas da série Mario

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

É Halloween. O artigo desta semana declina as cores berrantes das frontarias prismáticas de Super Mario; é envolto numa aura abismática de escuridão, num manto de transgressão e dissabores... um halo arcano de magias e feitiços, todas com um objetivo comum: derrotar os encanadores bigodudos da Nintendo de uma vez por todas! A seguir, enumeramos as feiticeiras de maior destaque de toda a extensa série Mario. Hocus Pocus!

5. Kamella


Kamella e a sua magia mais forte: a de sair na rua usando batom verde
Desde 1990, os hierarquicamente superiores Magikoopas têm atingido excelência nas mirabolantes artes arcanas, e com Kamella não é nada diferente. Agigantada pelo poder da Power Star que guarnece e amplifica o poder de seu histórico cetro mágico, a velha feiticeira Koopa de Super Mario Galaxy usa de estratagemas como Bolas de Fogo e Cascos Verdes para abater o bigodudo em Space Junk Galaxy (na fase Kamella's Airship Attack) e Deep Dark Galaxy (nas fases The Underground Ghost Ship e Ghost Ship Daredevil Run). Sua característica de maior destaque, entretanto, sempre será seu absurdo senso de moda: um roupão vermelho e roxo, unhas azul-celeste e um intenso batom esverdeado. Essa, só a magia explica!

4. Kammy Koopa


Se não for o Mario, provavelmente é a osteoporose
Sete anos antes de Kamella, Kammy Koopa, a anciã Magikoopa de Paper Mario e Paper Mario: The Thousand-Year Door, já assumia uma altíssima e respeitosa posição na Koopa Troop, conquistando nomenclaturas ainda mais beneméritas — considerada o braço direito do rei dos Koopas, é descrita como o "cérebro por trás de Bowser". A verdadeira contraparte feminina de Kamek é uma das mais experientes usuárias de feitiçarias e encantos, podendo invocar objetos, relâmpagos e criaturas viventes num piscar de olhos. Ao contrário de Kamek, porém, sua fraqueza sempre repousará em sua vaidade excessiva e nos ocasionais sinais de senilidade...

3. Beldam


Beldam: há mil anos entrando numa fria
Beldam é uma bruxa de respeito. Ao invés de um ser humano mediano que passa a buscar o domínio e perfeição do exercício das artes pagãs, pode ser considerada a essência da feitiçaria. É, por natureza, uma sombra de mais de mil anos de idade responsável pela esquematização de uma porção surpreendente do roteiro de Paper Mario: The Thousand-Year Door. Ao referir-se aos próximos como "my lovelies", equipara-se à Bruxa Malvada do Oeste, de L. Frank Baum (antagonista de "O Mágico de Oz"). Apesar de ser a mais fraca das Shadow Sirens, grupo que lidera com frieza e dedicação, Beldam carrega consigo um punhado de habilidades criocinéticas e uma série de planos que só poderiam ser concebidos por alguém de sangue frio.

2. Ashley


Who's the girl next door living in the haunted mansion?
Muito embora tenha apenas quinze anos de idade (ou oito, no Japão), Ashley já tem tudo para ser uma feiticeira de carteirinha — o que inclui a mãozinha de um demônio transmorfo, Red, que a serve como a uma rainha. Controversa personagem da série WarioWare, Ashley é praticante de vodu e várias outras formas de ocultismo; tamanha foi sua caracterização como uma bruxa mirim que, no Mundo Real, fora alvo de detecção de mensagens subliminares em sua famigerada música-tema. A única força oculta de Ashley, no entanto, é sua personalidade solitária, a qual ela faz questão de esconder sob uma rígida carapaça de inibição; no fundo, ela só quer fazer novos amigos — e, se você não aceitar, poderá ser o próximo ingrediente de suas poções! Felizmente, seus feitiços funcionam apenas em 40% das tentativas...

1. Cackletta


Com Cackletta, "morrer de rir" é levado ao pé da letra
Precursora do antagonismo da série Mario & Luigi, Cackletta, de Mario & Luigi: Superstar Saga, é uma das feiticeiras mais poderosas da face de Mushroom Universe. Oriunda de Beanbean Kingdom, domínio dos feijões à fronteira nordeste do Reino do Cogumelo, utiliza de um poder multíplice e incomensurável para que se faça sua vontade — incluindo o sequestro da voz da Princesa Peach para despertar a Beanstar, capaz de realizar desejos. Naturalmente, carece de compaixão ou condolência, e é irremediável — seu egoísmo a impede de permitir que qualquer coisa venha inquietar suas conquistas. Basicamente uma entidade, consegue sobreviver transferindo-se a planos existenciais alternativos mesmo após o perecimento de seu corpo. Neste dia das bruxas, coroamos a Bruja Jijí — como é chamada em espanhol — como a maior feiticeira de todos os tempos na série Mario.

Menção Honrosa: Sabāsa Uma das primeiras feiticeiras do Marioverso não surgiu num ambiente comum, mas sim, em Pumpkin Zone — a mais apavorante das terras do continente de Mario Land, em algum lugar indefinível do Mundo do Cogumelo. Sabāsa, como é conhecida no Japão, preparou uma série de problemas ao heróico encanador de preto, branco e tons de cinza durante suas desventuras em Super Mario Land 2: Six Golden Coins. A mestre-cuca de todas as bruxas é enfrentada em sua própria cozinha, palco para a criação de fervorosas receitas mágicas que, digamos, não seriam necessariamente destaque de um programa matinal de televisão...
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário