Revista Nintendo Gamer se encerra na próxima semana após 20 anos de história, mas site será mantido

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

A revista britânica Nintendo Gamer encerrará suas atividades, e a última edição, de número 80, será lançada na próxima semana. A editora Future Publishing decidiu manter o site da publicação no ar, por tempo indeterminado, onde continuarão a compartilhar informações com os fãs da Nintendo. A revista independente começou com o nome Super Play, no final de 1992, e, com o passar dos anos, seu nome foi se modificando para se adaptar aos novos sistemas da Nintendo. Após a Super Play, veio a N64 Magazine, depois a NGC Magazine, N-Gamer, e finalmente o nome atual, Nintendo Gamer. A última edição virá com conteúdo especial, com uma matéria de 22 páginas que abordará os 20 anos de história da revista. O ilustrador Wil Overton, criador de todas as capas da Super Play e da N64 Magazine, retornará para criar a última capa da Nintendo Gamer. Veja abaixo as palavras do editor Lee Nutter sobre o fim da revista.

Depois de cuidadosa consideração decidimos fechar a revista Nintendo Gamer. No entanto, com a nova estratégia da Future de impulsionar o crescimento digital internacionalmente, e seu modelo de negócios baseado no mundo digital, o website, Nintendo-Gamer.net continuará conforme aumenta a empolgação pelo lançamento do Nintendo Wii U.

Abaixo, leia o que disse o ilustrador Will Overton sobre a edição final.

Tentamos dar a Nintendo Gamer uma despedida adequada e esta edição é dedicada a todos nossos leitores fiéis ao longo dos anos. Esperamos que eles apreciem.

Sem dúvida, é uma triste notícia. Principalmente por suceder o anúncio do fim da Nintendo Power, também publicado pela editora Future na América do Norte. Ao menos o site continuará ativo, e você pode conhecê-lo clicando neste link. Vamos torcer para que este súbito encerramento de revistas de games históricas pare por aí.


    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (1)

1 comentários:

Anônimo disse...

Wow, agora fiquei surpresa, espero que a Nintendo World dure para sempre.

Postar um comentário