Museu de Artes Modernas vai inaugurar galeria dedicada aos games, e quer incluir Super Mario Bros. e Super Mario 64

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O Museu de Artes Modernas de Nova Iorque (conhecido como MoMA) é um dos mais famosos e importantes museus do mundo, contendo obras de artistas como Auguste Rodin, Paul Cézanne, Vincent Van Gogh e Pablo Picasso, por exemplo. E agora, eles querem incluir em sua notável coleção de artes os videogames. A partir do começo de 2013, o MoMa vai ter uma galeria dedicada a games que se destacam principalmente pelo design, e a interação entre jogo e jogador. Os curadores de arte do MoMA realizaram durante mais de um ano uma intensa pesquisa entre estudantes, especialistas em conservação digital, historiadores e críticos para definir qual seria o melhor critério na escolha dos jogos a serem exibidos na área de Arquitetura e Design do museu.

Quatorze jogos já foram escolhidos pelos curadores de arte do MoMA para serem exibidos na galeria que será inaugurada no começo de 2013, mas muitos outros devem ser adicionados futuramente. Confira abaixo quais são os quatorze jogos que serão exibidos inicialmente, que vão desde o clássico Pac-Man, de 1980, até jogos modernos, como Portal e Canabalt.

• Pac-Man (1980)
• Tetris (1984)
• Another World (1991)
• Myst (1993)
• SimCity 2000 (1994)
• vib-ribbon (1999)
• The Sims (2000)
• Katamari Damacy (2004)
• EVE Online (2003)
• Dwarf Fortress (2006)
• Portal (2007)
• flOw (2006)
• Passage (2008)
• Canabalt (2009)

Para os próximos anos, o curador Paola Antonelli, do MoMA, pretende adicionar os seguintes jogos à coleção: Spacewar! (1962), alguns jogos do console Magnavox Odyssey (1972), Pong (1972), Snake (lançado originalmente na década de 70), Space Invaders (1978), Asteroids (1979), Zork (1979), Tempest (1981), Donkey Kong (1981), Yars' Revenge (1982), M.U.L.E. (1983), Core War (1984), Marble Madness (1984), Super Mario Bros. (1985), The Legend of Zelda (1986), NetHack (1987), Street Fighter II (1991), Chrono Trigger (1995), Super Mario 64 (1996), Grim Fandango (1998), Animal Crossing (2001), e Minecraft (2011). Podemos ver que jogos aclamados por sua excelência no design em 2D, como Super Mario Bros., do NES, e em 3D, como Super Mario 64, do Nintendo 64, não foram esquecidos. Assim como diversos outros clássicos da Nintendo, entre eles Donkey Kong, podemos dizer agora que os videogames finalmente estão sendo reconhecidos como arte; para concluir, leiam o anúncio do Museu de Artes Modernas de Nova Iorque promovendo sua futura galeria de games onde fica claro que videogames são, sim, uma forma de arte.

Videogames são arte? Eles certamente são, mas eles são também design, e uma abordagem focada em design é o que escolhemos para nossa nova incursão neste universo.

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário