sábado, 24 de dezembro de 2011

Análise Real: Mario Kart 7 (3DS)

Quem se diz gamer de verdade sem nunca ter jogado Mario Kart corre risco de estar sendo levado pela hipocrisia. Não há como confirmar seguramente suas experiências com os gêneros de video game sem nunca ter sentido o gosto de arremessar cascos contra seus competidores nas estradas de arco-íris e chocolate da lunática franquia de corrida — que reina suprema nos consoles da Nintendo e nos armários dos fãs desde 1992. Por ter sempre o nível e balanço perfeito entre fluência, diversão e jogabilidade, cada novo título da série enche os jogadores de expectativa e liga os motores da mídia de entretenimento, que, de antemão, já prevê o sucesso disparado da série sendo refletido em uma nova peça. Tal efeito tem acontecido muito recentemente por conta de Mario Kart 7, o primeiro jogo da série a ser produzido em imersivos gráficos 3D e que ilustra com glamor as escassas prateleiras do Nintendo 3DS.

Quem conhece já sabe: Mario Kart é sempre uma caixinha de novidades. A embalagem e o conteúdo são sempre os mesmos, mas há sempre espaço para novas surpresas. E com Mario Kart 7 não é exceção: como afirmado pela Nintendo pouco antes de seu anúncio oficial, o jogo traz à série "um monte de elementos novos".

O Que Há de Novo?

Lançado em dezembro de 2011, ao longo dos dias 1 (Japão), 2 (Europa), 3 (Austrália) e 4 (América), o game permite jogatina multiplayer online e a troca de Ghost Data entre os usuários, impressiona pelos gráficos, pela inédita visualização em primeira pessoa e pela nova opção de personalização de seu kart antes da corrida. Novos equipamentos foram adicionados aos veículos — hélices e asas-delta —, possibilitando aos carismáticos moradores do Reino do Cogumelo desbravar os céus e os mares durante suas inusitadas competições caricatas.

Não demora muito para notar que as moedas retornam às pistas do Mundo do Cogumelo após terem sid descartadas nos últimos títulos — Mario Kart: Super Circuit para Game Boy Advance foi o último a utilizá-las. O que à primeira vista parece ser uma série de distrações e incômodos visuais acaba sendo fonte exclusiva de benefícios: por causa da velocidade das competições, não há chance de se atrapalhar com as moedas voando pela tela o tempo todo. Aqui, coletar moedas em determinadas pistas permite ao jogador desbloquear peças para personalização de seu veículo. Isso mesmo — uma das características mais proeminentes de Mario Kart 7 é a inédita customização de seu kart. O que antes era pré-definido pelo sistema agora pode ser montado peça por peça de acordo com a vontade e a estratégia dos jogadores: antes dos torneios, é possível selecionar o corpo, os pneus e outros acessórios adicionais para seu veículo individualmente.

O fato de Mario Kart Wii colocar 12 jogadores para competir simultaneamente ajudou a transformar determinadas porções do game numa fuzarca total. Felizmente, em Mario Kart 7, tudo volta ao normal — e as fases trazem de volta os 8 jogadores simultâneos que eram de costume nos títulos anteriores. Ainda comparado a seu antecessor, Mario Kart 7 não possui motocicletas. Adeus, traje de motoqueira da Peach! Somado a isso, o Mission Mode e a versão Single Player do modo VS não estão presentes em Mario Kart 7. O game também é compatível com as funcionalidades SpotPass e StreetPass do Nintendo 3DS.
Você é o Motorista: Mario Kart 7 apresenta uma nova experiência na franquia — direção em primeira pessoa. Assim, a câmera é posicionada diretamente atrás do volante e você passa a enxergar a competição pelos olhos do personagem. Extremamente inovadora, a nova visualização não somente dá aos jogadores aquele frio na barriga por um casco estar vindo em sua direção como também transforma o 3DS num volante, fazendo bom uso do sensor giroscópico do sistema. A nova câmera pode ser ativada pressionando o botão . A jogabilidade não muda muito, e acaba agradando aos fãs — mas no fim das contas o bom e velho método de visualização de Mario Kart acaba predominando.
Nas Nuvens

Enquanto no Mundo Real é proibido dirigir com a cabeça nas nuvens, a adição de asas-delta à jogabilidade de Mario Kart cria uma experiência no mínimo interessante. Mesmo tendo deformado várias seções de pistas retrô, nada se compara a desbravar os céus e coletar moedas entre as nuvens com fluência e pleno controle. Gera-se aqui uma nova base de cálculos: você se desprende temporariamente da velha fórmula terrena de Mario Kart e passa a se preocupar em desviar das montanhas e em executar um pouso seguro quando alcançar o solo. Vale denotar que a tecla providencia um controle perfeito — não somente para as asas-delta, como para todos os momentos do game.

Assim como todas as peças de customização de seu kart, os Gliders, como são chamadas as asas-delta originalmente, podem ser desbloqueados com base no número de moedas coletadas ao longo de sua jogatina (as moedas são sempre acumulativas) e em suas posições no Star Ranking. No game, há uma asa-delta default, ou padrão — a Super Glider — e 6 asas-delta destraváveis.

Por Água Abaixo

As hélices não fazem parte da personalização de veículo, mas adicionam ao game uma nova mecânica. Quando mergulham em porções pré-definidas de água, os corredores passarão por ostras gigantes, Cheep-Cheeps e Bloopers e terão uma experiência um pouco diferente: os karts adotam a fluência exata de uma corrida embaixo d'água, com bastante leveza contrastando um manuseio mais pesado. Acredita-se que, fora o efeito proporcionado pelo embalar da água, a velocidade geral não é prejudicada.


Modos de Jogo

Como já era de se esperar, Mario Kart 7 não se contenta com a boa e velha competição regular e volta a caracterizar outros modos de jogo já presentes em seus antecessores:
  • Grand Prix: como de costume, você competirá contra oponentes controlados pelo computador. Mas fique esperto — a inteligência artificial do game é tão aprimorada que a CPU pode executar movimentos dignos de um verdadeiro mestre de Mario Kart. O modo GP traz de volta as classes 50cc, 100cc 3 150cc. Completando todas as copas, um novo circuito será adicionado — o Mirror, que inverte o sentido de todas as pistas como forma de desafio adicional.
  • Curiosidade: uma batida adicional é inserida na música da pista se o jogador estiver na liderança da corrida. A batida desaparece quando o jogador diminui a velocidade com o freio, sai da pista ou é atingido por um item. Esse efeito sonoro acontece apenas nas copas 100cc, 150cc ou Mirror.
  • Time Trial: neste modo, o jogador pode completar todas as curvas de uma pista da forma mais rápida o possível. Todos os dados ghost e os recordes são armazenados na memória de Mario Kart 7 e podem ser trocados entre usuários de 3DS através da Wi-Fi Connection da Nintendo. O mais interessante é que um número de até 7 ghosts podem competir na tela ao mesmo tempo, mesclando o modo Time Trial com uma corrida regular de 8 jogadores.
  • VS: no modo Versus, já é possível personalizar as corridas — escolhendo a ordem das pistas, ajustando a dificuldade da CPU, alterando os critérios para vencer as corridas e mudando a classe do carro do jogador e dos carros dos personagens guiados pela CPU.
  • Battle: um dos mais divertidos desde o tempo do Super NES, o modo de batalha retorna em Mario Kart 7 em dois tipos diferentes. Há 6 pistas neste modo — 3 novas e 3 antigas.
    • Balloon Battle: os jogadores competem no objetivo de estourar os balões uns dos outros para ganhar pontos num determinado limite de tempo.
    • Coin Battle: conhecido na América como Coin Battle, este modo obriga os jogadores a coletar moedas espalhadas pela pista de batalha dentro de um limite de tempo. Quem tiver mais moedas, obviamente será o feliz ganhador da partida. O divertido mesmo é arremessar itens contra seus oponentes e fazê-los derrubar as moedas que haviam coletado!
  • Online: as capacidades do Nintendo 3DS permitem corridas entre usuários de alcance local ou até mesmo global. A competição pode ser mundial ou acontecer contra amigos que se encontraram por meio do StreetPass — ou até mesmo através de comunidades formadas com regras personalizadas criadas por usuários. Assim como em Mario Kart Wii, Mario Kart 7 possui um canal intitulado Mario Kart Channel — um pequeno portal onde são armazenadas automaticamente, através da função SpotPass, atualizações de atividades online. Já com o StreetPass, é possível trocar Miis, dados ghost de partidas Time Trial, nomes dos jogadores e informações sobre comunidades.

Os Reis da Estrada

No total, há 17 personagens em Mario Kart 7 — 8 regulares e 9 desbloqueáveis (contando com o Mii). Existe uma ordem de cinco padrões de definição de peso: do mais leve para o mais pesado, estão Feather, Light, Medium, Cruiser e Heavy.
  • Corredores regulares: Toad, Koopa Troopa (Feather), Peach, Yoshi (Light), Mario, Luigi (Medium), Donkey Kong (Cruiser) e Bowser (Heavy).
  • Corredores desbloqueáveis: Shy Guy, Lakitu (Feather), Daisy (Light), Mii (Medium), Rosalina, Wiggler (Cruiser), Wario, Metal Mario e Honey Queen (Heavy).
Não sabemos de quem foi a ideia de reduzir a Honey Queen de Super Mario Galaxy para fazê-la caber num kart, e nem de quem se lembrou do Metal Mario — que apareceu pela última vez há muito, muito tempo e que por sua presença acaba criando um paradoxo no jogo. Dos personagens novos, entretanto, aplaudimos a eternamente carismática Wiggler, que continua bastante irritadiça ao ser incomodada — e não tem que soltar as mãos do volante para desferir itens! Damos as boas-vindas à lagarta mais querida da série, mas esperamos que, para títulos futuros, a Nintendo traga personagens requisitados pelos fãs há muito tempo — como Magikoopa, Cackletta, Fawful, Princesa Shokora, Rainha Merelda... a lista é imensa! O mestre das nuvens, Lakitu, também participa das calorosas partidas de Mario Kart 7 e cai no gosto dos fãs com seu charme peso-pena.



Wiggler, Metal Mario, Lakitu e Honey Queen tiraram suas carteiras de habilitação

Nostalgia: os personagens iniciais de Mario Kart 7 são os mesmos originais de Super Mario Kart, o primeiro game da série. A diferença é que Donkey Kong está no lugar do sumido Donkey Kong Jr. Temos quase certeza de que a escolha foi proposital, mas ainda há de ser confirmado pela Nintendo. Coincidência ou não, uma coisa é certa: a nostalgia rola solta.


Itens do Game

Como não poderia deixar de ser, Mario Kart 7 traz sua quota de itens especiais para tornar a partida muito mais acirrada, divertida e possivelmente frustrante. Você pode dizer adeus para o Thunder Cloud, o POW Block e o Mega Cogumelo apresentados em Mario Kart Wii, pois não estão presentes nesta sequência — mas pode dar um olá para três itens novos introduzidos no rol dos projéteis da série Mario Kart:
  • A Flor de Fogo pode desferir bolas de fogo ao longo da estrada. Quem já jogou Mario Kart: Double Dash!! para GameCube, se lembrará do Special Item de Mario e Luigi — um conjunto bolas de fogo capazes de ricochetear pelas paredes. A diferença é que agora o poder caiu nas mãos — e nas patas e garras — de todo mundo!
  • A Super Folha foi obviamente baseada no item de Super Mario 3D Land. Já que hoje em dia tudo tem rabo de guaxinim — Bullet Bills, Boos, False Bowsers, Thwomps, tijolos e por aí vai — por que não dar uma para seu kart? O rabo é capaz de dar um giro de 360º em torno do usuário, podendo tanto atacar os próximos quanto repelir projéteis guiados.
  • Há quem diga que 7 é um número de sorte — e tenho certeza de que Mario Kart 7 leva a teoria a um outro nível: o Sete da Sorte (Lucky 7) dá ao corredor a posse de sete itens ao mesmo tempo, que giram em torno do kart. A hora certa para desferir cada item propositalmente é esperar ele passar pela frente do veículo, e, quando alguém passar perto do círculo de itens, corre o risco de ser atingido pelo que tocá-lo — ou, no caso de Super Estrelas e Super Cogumelos, se aproveitar do Sete da Sorte do próximo. Se você encostar no Bob-omb de quem estiver usando um Lucky 7, vai detonar os dois!
Também caem na estrada os seguintes itens: Banana, Triple Bananas, Green Shell, Triple Green Shells, Red Shell, Triple Red Shell, Spiny Shell, Mushroom, Triple Mushroom, Golden Mushroom, Super Star, Lightning, Blooper, Bob-omb e Bullet Bill.

Por Dentro dos Circuitos



Para não estourar o prazo, a Nintendo pediu uma mãozinha para a Retro Studios, desenvolvedora de terceiros por trás de Donkey Kong Country Returns, para ajudar na criação de pistas para Mario Kart 7. Há 32 pistas, sendo 16 novas e 16 retrôs. Somado a isso, há 6 arenas de batalha, 3 novas e 3 retrôs. Várias pistas foram arquitetadas com grandes cânions e áreas submarinas em prol do uso constante das asas-delta e hélices, e pistas retrô também foram alteradas por esse propósito. Para citar um exemplo, lembra-se do tubo gigante da Koopa Cape de Mario Kart Wii? Em Mario Kart 7, onde a pista aparece como retrô, algum engraçadinho arrancou a metade superior do túnel e o tornou alagado! As redes de Maple Treeway também foram removidas para dar lugar à experiência de asas-delta — entre outras mudanças que vieram para o bem.

Uma Peça Por Vez

Como foram abertas as portas para personalização de seu veículo em Mario Kart, as possibilidades são múltiplas. O jogador pode selecionar o corpo, as rodas e a asa-delta para construir seu kart ideal. De acordo com as peças escolhidas, as estatísticas (velocidade, aceleração, peso, manuseio e off-road) podem variar devido às diferentes combinações e o veículo pode funcionar melhor em situações particulares. Cada uma das peças pode ampliar ou diminuir as características dos karts seguindo os valores 0.5, 0.25 e 0.75 numa escala de 0 a 6.


Veredito

Bem recebido pela mídia, Mario Kart 7 traz um pacote enorme de inovações para não cair na rotina. Não abandona aquela velha fórmula criada pela própria série, mas continua tendo características exclusivas que o diferenciam facilmente dos títulos que lhe servem como antecessores. A jogabilidade é extremamente fluente. O som não é surpreendente, mas há efeitos bastante impressivos. Em apenas 4 dias, o game vendeu mais de 420 mil cópias no Japão, e não é para menos — todo o hype automaticamente gerado pela propriedade Mario Kart prognostica o sucesso, a diversão e a quota de inovações que o jogo terá. Mesmo parecendo o velho jogo de sempre, jamais deixará de ser a diversão e o desafio certos para todos os jogadores.


Continua sendo Mario Kart, mas com muito mais possibilidades. Traz sorte e diversão desenfreada — um sinal verde para seu 3DS.10
FANTASTICO!

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (18)

18 comentários:

Jorge disse...

A analise ficou ótima. Também achei Mario Kart 7 um jogo fantástico. Na minha opinião eu daria 9.5

Victor disse...

E não poderia ter pontuação diferente, ainda mais depois dessa análise! Feliz natal para toda equipe real!

renatex disse...

a rosalina è mesmo cruiser? achei que ela seria light ou medium,bom anyway otima analise e felizz natal!!!!

Caetano disse...

Feliz natal para todos!!

Pra falar a verdade eu já sabia que ia ter essa nota,só não gostei muito da presença do Metal Mario que não tem sentido,o Metal Mario é um power up e não um personagem.E tiveram que diminuir muito o tamanho da Honey Queen e não colocaram o Waluigi nem o Dry Bones.Mais eu gostei muito do Lakitu,do Wiggler e da Honey Queen participarem do jogo.E já deu pra ver que as asa deltas e as hélices submarinas vão dar presença no Mario Kart do Wii U e dos próximos Mario Karts.Talvez a Nintendo pense na Ice Flower no próximo Mario Kart.
Outras coisas que eu goitei foram as pistas novas e as retrôs (e colocaram a minha pista favorita do Wii,a Maple Treeway)e também por terem continuado com a Rosalina em Mario Kart e de todos o personagens que fizeram aparição no jogo.

Feliz Natal (de novo) e Feliz Ano Novo.

Super Mario disse...

Eu queria tanto ver Chargin' Chuck e Count Bleck em algum Mario Kart :3. Mas, vou tentar comprar Mario Kart 7. Parece maravilhoso.

Caetano disse...

As pistas que eu mais gostei de Mario Kart 7 foram
1st Rosalina's Ice World
2nd Maka Wuhu
3td Neo Bowser City
4th Rock Rock Mountain
5th Rainbow Road
6th Daisy Hills
7th Shy Guy Bazaar
8th Wuhu Loop
9th Music Park
10th Toad Circuit
11th Bowser’s Castle
12th Mario Circuit
13th Piranha Plant Slide
14th DK Jungle
15th Cheep-Cheep Lagoon
16th Wario Shipyard

Yang disse...

Deviam colocar o Goomba no lugar daquela minhoca feia

Nerd disse...

10? Mario Kart 7 não merece um 10, ele poderia ser muito mais explorado dadas as capacidades do console, ele faz bonito e é perfeito no que faz, só poderia fazer mais.

Super Mario disse...

@Yang
Minhoca com pernas? XD

Yang disse...

@Super Mario
Ah é que eu to com preguiça de lembrar o nome dele xD

Eduardo Jardim disse...

Minhoca... feia...? Por favor, que não seja a Wiggler. Pretty please?

Victória disse...

LOL olha o sorrisinho maroto do Mario! Ri litros! Feliz ano novo!

Morello disse...

Excelente análise. Muito bem escrita.
Já pude experimentar o jogo e ele não decepciona - é exatamente o que você espera de um Mario Kart. Minhas únicas críticas vão para a seleção de personagens e para o menu de opções. Ambos mostraram que, apesar da qualidade invejável do jogo, muitas coisas foram feitas às pressas para lançar o jogo para o Natal.

Ah, vale lembrar também que Mario Kart é uma franquia que pode beneficiar-se muito de DLCs, podendo receber novas personagens e pistas. Resta torcer para que a Nintendo e a Retro tenham programado ele pensando nisso.

Andress Wada disse...

cra mudou mt o reino do cogumelo não entra nele ah 1 ano sou eu o cara q perguntou sobre o wario man !!

matheus disse...

@Andress Wada Seja Bem-vindo(a) novamente.

Shadow Mario disse...

Pessoal,o Fireball não é um item novo,pois ele já apereceu no Mario Kart Double Dash,e o Fireball não é apenas para o Mario e o Luigi,pois lembra que a Petey Piranha e o King Boo tinham a possibilidade de pegar todos os itens especiais?Ou seja,o Fireball é para:Mario,Luigi(green fireball),Petey Piranha and King Boo.

ageofdownloads disse...

possibilitando aos carismáticos moradores do Reino do Cogumelo
dk mora la e rosalina tb

Sandra Marques disse...

Em vez do Waluigi, da Toadette e da Birdo botararam a abelha gorda do Super Mario Galaxy

Postar um comentário