Fora Deste Mundo: Reino do Cogumelo no lançamento de Super Mario Galaxy 2

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Ontem, participei de uma experiência que, como sugeriam as frases nos televisores, foi simplesmente fora deste mundo. Além de participar e interagir com a ação ininterrupta, majéstica, de Super Mario Galaxy 2, tive a oportunidade de encontrar, cara a cara, com paisanos da blogosfera, membros e administradores de sites parceiros e é claro, com os leitores do Reino do Cogumelo, que, muito queridos, me cumprimentaram para parabenizar pelo bom trabalho com o site! Na verdade, eu que agradeço, pessoal, por todo o apoio e consideração, por todo o carinho que vocês têm demonstrado pelo site. É uma honra tremenda participar desse sistema de interação, é um prazer fazer parte da mídia dos video games de uma maneira tão construtiva e gratificante, e tudo isso é graças a você, leitor, porque sem você, nós não seríamos nada!

Muitos ficaram sabendo do evento através do Reino do Cogumelo, como me afirmou uma das funcionárias do evento, realizado na Livraria Saraiva do Shopping Center Norte. Por ser parte da Zona Norte de São Paulo durante toda a minha vida, indas e vindas ao Center Norte já chegaram a ser rotineiras para mim, e fiquei muito grato à Latamel e a todos os nomes envolvidos no lançamento por expandirem os video games no Brasil de um modo tão confortável. Se você não mora em São Paulo, não se preocupe! Tenho certeza que eventos bacanudos carregam consigo grande potencial para acontecer em outros estados tupiniquins. Além do mais, sempre que houver um Gameworld da vida em São Paulo, ora! É uma cidade maravilhosa! Uma visita aos marcos históricos da Terra da Garoa é sempre bem-vinda aos olhos de qualquer família que queira relaxar um pouco da rotina cansativa.

No lançamento, em três televisores, os jogadores foram à loucura. Se você já jogou Super Mario Galaxy e está acostumado com os comandos fornecidos pela conexão Wiimote-Nunchuk, você não teria problemas ao percorrer pelos pátios divinos do segundo jogo; além do mais, você vibraria com os elementos novos, todas as artimanhas e efeitos de jogabilidade que encontraria durante seu percurso intergaláctico. E, se você nunca jogou o predecessor por falta de recursos, não havia com o que se preocupar: você não está sozinho no mundo, quanto menos no lançamento de Super Mario Galaxy 2 em São Paulo. A jogabilidade é extremamente fácil de pegar e se acostumar. A diversão vem na hora.

Para quem ainda tinha de respirar para pegar a coragem de enfrentar a fila (que nem estava tão ruim assim), a presença do boneco oficial do Mario foi uma adição imperdível às recordações. Fotos podiam ser tiradas livremente, embora ele ficasse por ali por poucos períodos de tempo. Ontem, Charles Martinet; hoje, o boneco oficial do Mario; o que podemos esperar para amanhã?

Uma das experiências mais gratificantes foi o encontro inesperado com blogueiros, webmasters e leitores. Lá, vi os caras do Nintenerds, encontrei com o simpático tecladista da gloriosa banda Os Gameboys, Wilson Esteves (que soubera do lançamento através do Reino do Cogumelo) e demos de cara com toda a equipe do DS Party, que reuniu um pessoal esperto numa das praças de alimentação do shopping. Foi quando, junto com os queridos Osmarito e Alfonso (leitor que eu havia encontrado anteriormente no Gameworld 2010), conversei com o lendário Shinka e equipe do DS Party. Até mesmo Lobim (ou Wolfwood), o simpaticíssimo dono do Memórias de um Lobo de Madeira, havia me mostrado os preciosos games clássicos em seu DS. Só tenho a desejar um enorme sucesso a todos vocês e muito obrigado por essa reunião quase que inacreditável! E que venham mais encontros!

Super Mario Galaxy 2 trouxe os mesmos elementos especiais do jogo anterior, mas tudo se parece extremamente novo; especialmente quando vemos um Bowser gigantesco aterrorizando o Castelo da Princesa Peach e levando consigo nossa princesa na palma de sua mão esquerda. A abertura, estilo páginas de livro, é muito mais resumida e simples de entender do que os elementos do primeiro jogo, assim como o jogo em si. Com o sistema de mapas fornecido pela sensacional Starship Mario, a nave-planeta sob o eficiente comando do capitão Lubba, você prova que Shigeru Miyamoto estava certo quando quis pular os filmes enormes e enviar o jogador direto à ação, tornando a nova estrutura básica numa boa conveniência. Ao jogar, nós simplesmente sabemos o que fazer, cientes sobre a direção para a qual devemos ir e sobre o que fazer durante as fases.

O efeito nostalgia de Super Mario Galaxy 2 é impressionante. Em Yoshi Star Galaxy, quando derrotamos Kamek com uma chacoalhada no Wiimote no momento certo, temos acesso ao ovo no qual Yoshi está preso. Quando o quebramos, nos deparamos com um Yoshi comemorativo, que só tem a agradecer ao encanador por sua liberdade, alegando no fim da caixa de texto que Bowser o prendera naquele ovo. A cena me trouxe de volta ao sofá da minha casa, quando o ovo de Yoshi se chocava na TV enquanto Super Mario World rodava no Super Nintendo. O jogo também traz uma infinidade de serras vivas que representam o mesmo perigo que já ofereciam ao Mario há 20 anos atrás em Super Mario World. Partindo desse ponto, tudo pareceu uma viagem ao passado: flores de Super Mario World 2: Yoshi's Island, aranhas cadentes que me fizeram encarar de novo a aracnofobia providenciada pelas Suus em Super Mario Land, uma réplica de Whomp's Fortress de Super Mario 64, uma fase baseada em Super Mario Sunshine... Até mesmo o simples ato de esmagar Goombas demonstra o quanto a Nintendo tem sido leal aos jogadores old-school e à era de ouro que modelou os jogos do Mario como são hoje em dia. Até mesmo as bandeiras do novíssimo New Super Mario Bros. Wii foram trazidas ao arquivo galáctico de homenagem a outros jogos.

Super Mario Galaxy 2 é um jogo massivo que atinge o clímax da criatividade, jogabilidade e diversão. Com uma leva de novos power-ups, inimigos, bosses, estratégias e ambientes, essa viagem interespacial faz valer cada centavo cobrado pelo jogo. Armazenar a caixa de Super Mario Galaxy 2 é um dever das prateleiras de qualquer jogador que se preze.
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (16)

16 comentários:

Lucas disse...

como queria ter esses eventos aki em Salvador.

KILLER disse...

E eu que moro no acre

Oji Neko-san disse...

shauhsauhsauhsuahsua
acre não existe
eu qria q tivesse esses eventos em SC =D

Shinka disse...

Foi uma experiência bem legal!
Temos que repetir mais vezes. ^_^
Aqui está a foto que a gente tirou com todo mundo:
http://yfrog.com/4956ej

RaFaEl.cpv disse...

como queria que tive-se mais perto de caçapava .... de caçapava até são paulo´é uma 2 horas

Jin Himulra disse...

Minha prima comprou e vai chegar semana que vem (eu moro com ela)

Jin Himulra disse...

porra um amigo meu ta na segunda foto (ele falou que num ia e foi)

Gustavo disse...

ei que que o doutor egmman ta fazendo ai

Eduardo Jardim disse...

Como alguém disse no lançamento, "comemorando a derrota do Sonic!" xD Não, sério, é que no mesmo dia também aconteceu, mais cedo, o último dia do Cosplay-Con, e o Osmarito e o povo legal saíram direto para o lançamento.

Lester Vine disse...

Eu participei desse evento, e como o Eduardo disse, "tive a oportunidade de encontrar, cara a cara, com paisanos da blogosfera, membros e administradores de sites parceiros e é claro, com os leitores do Reino do Cogumelo,"

Eu sai de casa as 2 horas para não perder nenhum minuto do evento, quando cheguei, vi alguns curiosos, e é claro, alguns fanáticos pelo Mario, mas não vi o Eduardo (ainda). Quando chegou as 3 horas, o 1° monitos logo fui ligado, e todos ficaram de olho da telinha.

Logo depois da introdução passar, foram feitas as filas para poder jogar o super jogo que estava sendo lançado, cada pessoa tinha 4 minutos para jogar. quando eu estava na fila mas parecia bastante tempo, não via a hora de jogar pela 1° vez o Wii. Enquanto isso, fiz alguns amigos na fila, que espero encontrar de novo nos proximos eventos, e quando chegou a minha vez, eu não sabia muito o que fazer, só sabia que se girar um dos controles, o mario rodopiava e atacava(demais!!!), e fui jogando, e fiz todas as experiências possiveis:

matei uma piranha plant negra, esqueci qual pulava e Morri XD, matei uma piranha plant negra de novo, peguei uma estrela, fui para o menu.

realmente, esse foi o 1° evento que eu fui sobre o Mario, e espero ter outros, e se puder, vou estar nesses eventos, mas esse, foi muito especial!(ganhei um chaveiro do jogo do Zelda de brinde por jogar)

Lobim disse...

Nossa, foi muito legal mesmo, adorei a experiência, gostaria de ter encontros agradáveis como esse mais vezes.

OBS: O link da DS Party está quebrado. ;)

Osmariobro disse...

Yahoo! É NÓIS NA FOTO! \o/ HERE WE GOOO!
sabe, acho q se a gente tivesse COMBINADO, naum ia juntar esse povo todo XD coisa do destino msm =D

Anônimo disse...

Eu fui o segundo da fila, e o único a derrotar a Peewee Piranha!

Anônimo disse...

Eu vi o carinha que tá na 2ª foto!

Sean disse...

OW
a piada da derrota do sonic e minha !!!


(nada contra o sonic , pelo contrario eu adoro ele, foi so uma piada)

Eduardo Jardim disse...

uhshuas eu queria te proteger de ataques de fanáticos!

Postar um comentário