domingo, 22 de novembro de 2020

Cópia de primeira tiragem selada de Super Mario Bros. 3 (NES) é vendida em leilão virtual por 156 mil dólares

 O hobby de colecionar vídeo games, sejam eles novos ou retrô, não é um meio barato, principalmente no Brasil, onde eletrônicos e software só tendem inflar em valor ao passar do tempo. Mas ainda assim, é uma atividade muito popular em todas as partes do mundo.

 Há quem procure por jogos mais raros em sua coleção (como os infames Nintendo World Championships 1990 e Little Samson  para NES ou ClayFighter: Sculptor's Cut para Nintendo 64) e há quem simplesmente esteja contente em adquirir uma cópia de um jogo que marcou sua infância, independente do valor monetário.

 Entra então a história de Super Mario Bros. 3 (NES, 1988), possivelmente a maior e mais ambiciosa aventura do encanador e que deixou um impacto definitivo no mundo todo com seu lançamento de altas expectativas e sua campanha de marketing multimilionária. O jogo, no entanto, foi muito bem distribuído em seu lançamento no mundo todo, e apesar da grande procura na época, hoje é bem comum se deparar com um cartucho no mercado de usados.

 Mas uma cópia selada muito especifica valeu 156 mil dólares em um leilão virtual! Heritage Auctions, casa de leilões norte-americana, anunciou que a venda estabeleceu um novo recorde no mercado de jogos, anteriormente retido por Super Mario Bros. (NES, 1985) em Julho deste ano, vendido por 115 mil dólares.

 Essa cópia de Super Mario Bros. 3, não é valiosa apenas por estar selada, em condições perfeitas de fábrica desde o seu lançamento, mas também se trata da tiragem inicial do jogo, que contém uma arte da capa um tanto diferente de versões posteriores. O texto do título, está sobreposto à mão direita do Mario, enquanto tiragens seguintes empurrou a palavra "Bros." para outra extremidade da caixa. 


 Valarie McLeckie, diretor do ramo de video games na Heritage Auctions, diz que está muito contente que o recorde seja batido duas vezes no mesmo ano, e que não se surpreende que tenha sido novamente com um jogo do Mario, que tantos no mundo todo cresceu jogando.

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Vendas de Super Mario 3D All-Stars e Paper Mario: The Origami King são reportadas pela Nintendo

 Inicialmente, um dos segredos mais mal guardados dos últimos tempos, a expectativa para o anúncio de Super Mario 3D All-Stars (Switch) e as comemorações de 35 anos da franquia Super Mario, estavam altíssimas. 

 O anúncio eventualmente chegou e ainda conseguiu nos surpreender! E aparentemente, a tática de marketing que a Nintendo aplicou no título tem sido muito bem sucedida, pois, segundo os reportes financeiros trimestrais da companhia, já sabemos a performance da coletânea.

 3D All-Stars atingiu 5 milhões e 21 mil cópias até o momento, com 3 milhões e 5 mil nas quatro primeira semanas! O título também atingiu o recorde de abertura de vendas mais rápida de toda a história dos jogos 3D do Mario nos Estados Unidos. 

 Também temos números da aventura de papel mais recente da série, Paper Mario: The Origami King (Switch), já vendeu 2 milhões 82 mil cópias, destronando Paper Mario: Sticker Star (3DS, 2012), que ocupava o segundo lugar entre os jogos mais vendidos da sub-série Paper Mario, com 2 milhões e 47 mil cópias.

 Alguns outros dados envolvem atualização nas vendas de Super Mario Party (Switch) com 12 milhões e 10 mil cópias, e que Mario Kart 8 Deluxe, pode acabar perdendo o seu posto de jogo mais vendido do Switch (com 28 milhões e 99 mil cópias), para novato Animal Crossing: New Horizons que está o alcançando rapidamente (atualmente com 26 milhões e 4 mil cópias). 

 Enquanto em termos de hardware, o Nintendo Switch já ultrapassa o NES em unidades (entre SKU básico e Nintendo Switch Lite), com 68 milhões e 30 mil de consoles vendidos. O Switch já é o segundo console de mesa mais bem vendido da história da Nintendo (com Wii na liderança com 101 milhões e 63 mil unidades vendidas).

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Nintendo Switch começa a ser vendido oficialmente hoje no Brasil


  Hoje é o retorno oficial da Nintendo no Brasil! O Nintendo Switch está oficialmente sendo lançado no país em lojas selecionadas e jogos estão sendo vendidos em forma de cartão de códigos nos varejistas supracitados e também na Loja Nintendo.

 O retorno acontece depois de 5 anos de ausência no mercado sem distribuição oficial de seus produtos, que causou o preço de jogos, acessórios e consoles inflarem imediatamente no mercado cinza e na circulação de usados. Mas a Nintendo ainda manteve contato com brasileiro através de presença de manutenção autorizada, seus jogos de smartphones sendo localizados em português brasileiro e até mesmo fazendo parcerias (com a NC Games) para trazer jogos como Mario & Luigi: Paper Jam e Pokémon Super Mystery Dungeon para a terra do Cristo Redentor.

 No entanto, a abordagem com a era Switch, já vem mudado de figura, pois diante do sucesso do console no mundo todo (e não menos importado por aqui), sinais deste eventual retorno já começaram a aparecer, com a venda de jogos digitais (através de cartões de código) com as Lojas Americanas, abertura de página totalmente em português no site oficial, a abertura de uma eShop parcial para usar códigos e, claro, a Loja Nintendo, já é muito popular entre os jogadores.

 A aparição da Big N com uma estande na Brasil Game Show 2019, inclusive demonstrando jogos prestes a lançar como Luigi's Mansion 3, certamente causou muita conversa por aqui, mas a confirmação veio mês passado. Sim, a Nintendo está finalmente de volta ao Brasil!

 O Nintendo Switch e seus acessórios, já estão disponíveis para compra nas redes varejistas Lojas Americanas, Submarino e Magazine Luiza. Com o console, acessórios (Joy-Cons e Pro Controller) e jogos como Animal Crossing: New Horizons, Paper Mario: The Origami King, Mario Kart 8 Deluxe e The Legend of Zelda: Breath of the Wild disponíveis (entre muitos outros). Você pode conferir valores sugeridos na nossa publicação anterior.

 Está animado para o retorno da Nintendo no país, caro leitor? Quais jogos pretende ir atrás primeiro? Não deixe de comentar!


Via Comunicado de Imprensa oficial da Nintendo

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Nintendo discute planos de integração de seus atuais serviços em plataformas futuras e mais em recente reunião de investidores


 Nesta madrugada de quarta-feira (16 de setembro), a Nintendo teve mais uma de suas reuniões de investidores, e entre muitos tópicos discutidos (principalmente a investida de marketing para comemorar o aniversário de 35 anos de Super Mario Bros.), alguns detalhes interessantes sobre o futuro da companhia foram compartilhados.

 35 Anos de Magia e Aventura

Como recém anunciado, a Nintendo já iniciou as celebrações de aniversário do título que revolucionou os vídeos games em 1985. Não só revelando diversos títulos (Super Mario 3D All-Stars, Super Mario Bros. 35, Game & Watch: Super Mario Bros., Super Mario 3D World + Bowser's Fury e Mario Kart Live: Home Circuit), mas como também oficializando colaborações para produção de merchandising (na veia de LEGO Super Mario). 

 A Nintendo abre a reunião falando da importância de Super Mario como marca para a empresa e o quanto o personagem e o seu mundo fazem parte da vida de tantas pessoas de gerações diferentes, e que é mais do que apenas uma franquia de jogos para celebrar, mas sim o resultado de muitos sorrisos e experiências únicas de décadas.



 O DNA da Nintendo em toda parte


 Quando se trata de abordar suas propriedades intelectuais fora de seu ecossistema, a Nintendo diz que continua a criar experiências que traga interesse aos seus produtos principais (jogos produzidos para suas plataformas, como o Switch), e isso encarreta espalhar as suas marcas em vários veículos. 

 Isso é uma estratégia usada pela companhia já faz muito tempo, mas teve crescimento significante com as aparições de seus personagens em jogos para smartphones e em breve incluíra na lista atrações para parque temáticos e longa-metragem animado.

 Mario na telona e muito mais


 Por falar nas investidas cinematográficas, a próxima aventura de Mario no cinema em formato de animação, produzida pela Illumination Entertainment, ainda está datada para 2022 e, reportado, a produção está seguindo confortavelmente, com a supervisão de Shigeru Miyamoto. 

 Além disso, Nintendo diz que já explora a possibilidade de trazer mais de suas propriedades para mídias diversas em 2023 e além, não apenas limitados à filmes. E diz que projetos futuros irão variar em escala, mas o entretenimento visual é uma das chaves para expor mais pessoas aos seus personagens icônicos.
 
 O que nos aguarda no futuro


 O Nintendo Switch continua vendendo muito bem, com 61 milhões de unidades vendidas no mundo todo (como reportado em Junho), e o serviço pago Nintendo Switch Online, atualmente, tem 26 milhões de membros ativos.

 O futuro que a corporação Japonesa planeja, é reter o interesse de todos os seus usuários e continuar a usar dos mesmos serviços, network e conta para suas plataformas futuras. A autenticação da Nintendo Account foi criada na intenção de ser usada universalmente e na eventual introdução de novas tecnologias, tudo que já foi estabilizado e integrado hoje com o Nintendo Switch, supostamente, deverá ser levado adiante, como parte da relação com o consumidor que a Nintendo tanto preza.


 Já há muito do que se animar sobre o futuro, não acha, caro leitor? Compartilhe sua opinião logo abaixo! 
 
 

sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Nintendo anuncia valor e data de lançamento oficial do Switch no Brasil

 As boas novas já foram reveladas alguns dias atrás, quando a Nintendo comunicou o mundo todo através de tweet oficial, que estaria retornando para o Brasil com sua mais mais nova máquina, o Nintendo Switch, mas muitas dúvidas ficaram ainda no ar, sobre preço, data de lançamento e a abordagem dos seus jogos no país.

 Mas hoje, graças a comunicado oficial de imprensa, os detalhes foram esclarecidos. Confira versão simplificada do lançamento oficial do Nintendo Switch em terras tupiniquins: 

 O Nintendo Switch estará disponível para compra em 18 de setembro a um preço sugerido de R$ 2.999 em lojas selecionadas das Lojas Americanas e do Magazine Luiza, assim como nas lojas virtuais Americanas.com.br, Magazineluiza.com.br e Submarino.com.br. O controle Pro do Nintendo Switch e controles Joy-Con adicionais em diferentes opções de cores estarão disponíveis nos mesmos revendedores. 

 O console Nintendo Switch chegará ao Brasil em duas opções de cores: Nintendo Switch com controles Joy-Con cinza e Nintendo Switch com controles Joy-Con azul neon e vermelho neon. Cada console virá acompanhado dos controles Joy-Con (L) e Joy-Con (R), um suporte para os Joy-Con, um conjunto de alças para os Joy-Con, uma base para o Nintendo Switch, um cabo HDMI, um adaptador AC para o Brasil e um panfleto para início rápido em português brasileiro. Ambas as versões terão o mesmo preço sugerido.

 Os novos usuários do Nintendo Switch no Brasil vão descobrir uma biblioteca de mais de 100 jogos na Loja Nintendo, a loja digital oficial de jogos para o Nintendo Switch, incluindo Mario Kart 8 Deluxe, The Legend of Zelda: Breath of the Wild e Animal Crossing: New Horizons. Além disso, cartões com código para download estão disponíveis para compra em lojas selecionadas das Lojas Americanas e do Magazine Luiza, assim como nas lojas virtuais Americanas.com.br, Magazineluiza.com.br e Submarino.com.br.

 Para mais informações sobre o Nintendo Switch, suas especificações e funcionalidades, visite https://www.nintendo.com/switch/

 Em adição, Bill van Zyll, o diretor e gerente geral da América Latina na Nintendo of America, transmite a mensagem: 

"Assim que o Nintendo Switch for lançado no Brasil em setembro, esperamos que o console ajude a trazer sorrisos aos rostos de todos aqueles que jogam" [...] "Pessoas de todas as idades poderão desfrutar da natureza divertida e social que o Nintendo Switch oferece."

 Como podem notar, o valor sugerido à varejistas (e a distribuição nacional em massa) deve aliviar muito questões de disponibilidade, resultando que o mercado cinza e de segunda mão responda à essas mudanças. A eShop nacional deverá ser expandida em breve, e os preços de jogos digitais (que equivalem 60 dólares lá fora) serão estabilizados à 299 reais, como você já pode conferir na Loja Nintendo, enquanto ainda a mídia no país ainda será apenas digital.

 O que acham das notícias, caro leitor? Não deixe de comentar!

Via Comunicado de Imprensa oficial da Nintendo

quinta-feira, 25 de junho de 2020

Nintendo pode estar pretendendo mudar de planos sobre ir adiante com o mercado de jogos para smart phones



O mercado de jogos para aparelhos celulares não é um campo comum de investimento, já que há uma imensidão de opções competindo pelo o mesmo nicho e, apesar de haver alguns que se destacam por um período, a irrelevância pode chegar muito rapidamente quando um novo aplicativo é lançado.

Desde que a Nintendo iniciou a sua própria investida no espaço de jogos de smart phones, algumas sobrancelhas foram levantadas, pois não só o anúncio ocorreu durante o ponto mais baixo de vendas de sua plataforma principal na época, o Wii U, mas como as intenções de marketing da Big N de início não eram tão compatíveis com a demanda de jogadores de celular.

De fato, a proposta sempre foi promover suas marcas através de experiências mais simplórias, a ponto de que cativasse um novo público para que o interesse em jogos mais elaborados em suas plataformas principais (hoje, como o Nintendo Switch) fosse gerado de forma orgânica. E desde então, os aplicativos complementares da Nintendo continuaram a sair e serem recebidos com múltiplos níveis de sucesso.

Fire Emblem Heroes, indiscutivelmente, foi e continua sendo a maior de suas empreitadas, que graças ao seu sistema de monetização, conteúdo constante e uma base de jogadores assustadora, proporcionou lucro para a companhia. Seguido com o RPG Dragalia Lost (colaboração com a CyGames) e uma grande diferença com outros aplicativos na forma de Super Mario Run, Animal Crossing: Pocket Camp, Mario Kart Tour, Dr. Mario World e Miitomo (que até mesmo foi descontinuado em 2018).

Segundo reportagem no site Bloomberg, a constante falta de interesse nos aplicativos (gradualmente causando prejuízo devido aos investimentos), em contrapartida, o sucesso estonteante do Nintendo Switch (em particular as vendas de Animal Crossing: New Horizons), e os comentários do CEO da Nintendo Shuntaro Furukawa em Maio, relatando que estão mudando o seu foco com o mercado mobile daqui pra frente, faz analista Serkan Toto crer que a Nintendo pode estar cessando seus esforços com jogos para smart phone.

Mario Kart Tour, seu último lançamento, continua a receber conteúdo apesar dos impactos do COVID-19, porém com Mario Kart 8 Deluxe sendo o jogo mais vendido no Nintendo Switch no momento (24 milhões como relatado em Março), torna o irmão mais novo de celular um tanto irrelevante.

Toto diz que é possível que a pressão interna para investimentos nos jogos de celulares esteja diminuta, devido ao sucesso do Switch. Mas não há confirmação da Nintendo no presente momento, com a próxima reunião de investidores marcada para amanhã, dia 26 de Junho, onde poderemos ter alguma ideia do que se concretizará de todos esses burburinhos.

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

As novas do Marioverso & Nintendo - outubro e novembro



No MarioVerso notícias quentes acontecem o tempo todo, sejam por causa de jogos antecipados finalmente chegando às prateleiras como Luigi's Mansion 3 (Switch) e Mario & Sonic at the Olympic Games Tokyo 2020 (Switch), atualizações de jogos já disponíveis como Super Smash Bros. Ultimate (Switch), Mario Kart Tour (Mobile) e Dr. Mario World ou até mesmo as outras extremidades do vasto impacto multimídia que as propriedades da Nintendo tem, como a comunidade de speedrunners, os produções Hollywoodianas que são ditas cult e muita, muita coisa boa saindo pelo cano.

O Reino do Cogumelo, apesar da inatividade dos últimos dias, não está distante dessa inundação de informações que nos pegam em todo canto da internet, e como trabalho leal de mensageiros da princesa Toadstool, compilamos o que houve entre meados de outubro até agora.


  • Hospedagem assombrada e especialistas nos esportes

    Fechando o mês de outubro e logo no início do mês de novembro, dois grandes títulos estrearam no Nintendo Switch: Luigi's Mansion 3 e Mario & Sonic at the Olympic Games Tokyo 2020. Enquanto a terceira aventura fantasmagórica do irmão amedrontado teve uma recepção calorosa de críticos e fãs, o sexto crossover olímpico entre mascotes não atingiu bem a posição mais alta do pódio.

    Luigi's Mansion 3, que esteve na Brasil Game Show 2019, foi aclamado por seu retorno à uma fórmula bem menos linear, sua apresentação de cair o queixo (tanto em gráficos, animações e performance) e o charmoso estilo que a Next Level Games só aprimorou desde seu trabalho em Dark Moon (3DS). No entanto, o horror ficou por conta de críticas referentes a progressão pouco satisfatória e combate que pode se tornar repetitivo bem rápido. Nada que abateu as notas dadas por vários reviewers e a Nintendo tomou conta dos resultados fazendo um trailer de Accolades.

    Mas e a reunião eventiva que a SEGA promove? Bom, Mario & Sonic at the Olympic Games Tokyo 2020 recebe medalha de bronze, ao que parece. Os picos das entradas de 2009 e 2011 não foram atingidos, mas a celebração em Tokyo foi um upgrade satisfatório do que rolou aqui no Rio em 2016. Críticos mencionam que a adição de um modo história é agradável, mas há pouco para prender o jogador na sua campanha de 10 horas. Há uma demo disponível agora na eShop do Nintendo Switch, para que jogadores possam tirar suas próprias conclusões antes de decidir na compra:


    E em uma surpresa, é notado por quem já curtiu Mario & Sonic 2020 que nos créditos o estúdio AlphaDream é mencionado como responsáveis pelo o modo Tokyo 1964. Relatamos aqui o triste fim da produtora da série Mario & Luigi, mas há um pouco de seu toque em um lançamento ao menos na plataforma mais recente da Nintendo.


  • Terror em alta velocidade (e na tela do seu celular!)

    Pra quem vem curtindo Mario Kart Tour religiosamente, sabe que o jogo não deixa passar nenhuma ocasião em branco... (piadas de fantasmas à parte) e não seria logo o Halloween, uma celebração que vai além das barreiras internacionais, que passaria desapercebido. Oportunidade perfeita também para trazer Luigi (finalmente) ao elenco de personagens jogáveis, que misteriosamente não estava presente no lançamento (apesar de estar disponível no antigo beta). Mas não satisfeitos com essa conveniente promoção à Luigi's Mansion 3, King Boo também se juntou aos corredores de Mushroom Kingdom, com a variação (de disponibilidade temporária) de seu visual na trilogia Luigi's Mansion! Mais legal que isso só a Rosalina vestida de bruxa...


    O Tour atual que está rolando (e termina amanhã!) é temático de férias em Paris, na França! Além da pista exclusiva do evento, você pode ter sua chance de adquirir Peach (Vacation) e Shy Guy (Chef). Oh là là!


  • Doutorado em macacada

    E enquanto ainda estamos no tema de jogos para smartphones, o que dizer da última atualização de Dr. Mario World? Pra começar, é capaz de você sair da sua consulta rotineira com uma dieta inteiramente de banana (se você precisa de potássio no corpo, isso será excelente, não?). Novos doutores foram adicionados com suas habilidades únicas: Dr. Donkey Kong e Dr. Diddy Kong! Que podem eliminar qualquer vírus em seu caminho com o velho Banana Slamma!


    Infelizmente para nós aqui brasileiros, ainda temos que aguardar na sala de espera, pois Dr. Mario World não tem data de lançamento nas lojas virtuais de Android de iPhone.


  • Raquetadas em estilo

    Na nossa última compilação das novas do Marioverso, informamos que Mario Tennis Aces (Switch) ia receber seu último esportista, Dry Bowser, fechando o elenco com 30 personagens diferentes! Mas não é só de adições de novos personagens que a vida útil de um jogo competitivo online se sustenta, não é mesmo?
    Para quem participar de torneios online no mês de novembro (e atingir até 1000 pontos), terá como recompensa roupas à caráter de Toad e Toadette, que foram anteriormente distribuídas em fevereiro e maio respectivamente.



  • Páginas de uma incrível odisseia

    Se você estava à procura de um vistoso livro de 368 páginas de artes de uma das jornadas mais incríveis da recente memória, não precisa mais procurar, pois o capa dura da editora Dark Horse: The Art of Super Mario Odyssey já está disponível para compra! E para dar um pequeno gosto da quantidade de detalhes do livro, eles produziram um trailer:


    Link Direto


  • O gênio do vídeo game e o tirano presidente réptil

    A relação Nintendo e cinema tem sido uma montanha russa e tanto. Começando com o que chamaram de "comercial descarado de produtos da Nintendo", para um longa-metragem que trouxe uma interpretação no mínimo peculiar do maior herói dos vídeo games, seguindo de uma constante subida com aparições em filmes da Disney e recentemente com um hit com Detetive Pikachu. E ainda temos um filme animado de Super Mario feito pela Illumination Entertainment lançando em 2022.

    Mas olhando para os primórdios, há ainda quem aprecie o início de tudo e essas primeiras tentativas mantém o status "cult" na comunidade.

    The Wizard (para nós "O Gênio do Vídeo Game") ganhará um novo lançamento em Bluray pela produtora Shout! Factory (que é especialista em relançamentos de clássicos) em uma versão de colecionador. Detalhes dos extras inclusos no disco ainda não foram anunciadas, mas a data já está definida para 22 de fevereiro de 2020:


    Da Califórnia para Manhattan (ou melhor.. Dinohattan), nós temos mais uma cena inédita de Super Mario Bros. (1993) que os arquivistas de Super Mario Bros.: The Movie Archive conseguiram restaurar! Com o Santo Graal que adquiriram, novos clipes estão sendo preservados que irão dar contexto e nova cara para cenas que foram fragmentadas no produto final.

    Lembram-se da cena em que o Presidente Koopa transforma o pobre resistente Toad em um leal Goomba? Logo depois do pequeno monólogo como as coisas são curtas e grossas em Dinohattan, Mario e Luigi conseguem escapar pondo o próprio tirano na máquina de regressão por um breve instante. Mas como isso acontece ficou um tanto ambíguo.. até agora!

    Havia uma poça de lama que fez Koopa escorregar quando empurrado, e essa lamaceira toda não havia sido anteriormente explicada em cena. Acontece que na versão estendida, o vilão força um de seus próprios guardas que apresenta um resfriado sentar no equipamento de regressão e os resultados são um tanto drásticos, fazendo que o corpo do rapaz se dissolva em gosma! Yuck!

    Veja a cena explicada em detalhes, apesar da falta de efeitos especiais na edição:


    Link Direto


  • Quebrando os Whomps e o jogo!

    Mario Party é uma franquia conhecida por quebrar controles e mãos de jogadores que são ultra competitivos e que não podem viver com a ideia de perder em um mini-game. Sem falar nas incontáveis brigas por estrelas e os efeitos de itens que atrapalham os outros.. tudo coisa boa e divertida que cria muitas histórias pra contar que reforça os laços amizade!

    Outra coisa em que Mario Party é popular é ser matéria prima para Speedrunners e vídeos de ações feitas por software assistentes para levar o jogo ao seu limite, e o profissional conhecido como Ludwig (que pode ou não ter alguma relação com um certo Koopaling) fez isso, levou o jogo até o limite.

    O recorde de três anos atrás por um bot no mini-game Domination de Mario Party 4 (GameCube) de 160 Whomps derrubados, foi superado apenas pela a força humana de apertar o botão A freneticamente totalizando 201 Whomps caídos! Um feito absurdo que até mesmo ultrapassa o limite de tela que o jogo consegue renderizar em tempo real:


    É importante adicionar que o jogo foi modificado para ultrapassar o limite máximo de Whomps, que oficialmente é 160, mas não deixa de ser menos impressionante que Ludwig tenha conseguido superar a quantidade de botões pressionados por segundo que apenas um computador conseguiu atingir.


  • ARE U OK? Buster Wolf!

    Por último, mas definitivamente não menos importante, a atualização 6.0 de Super Smash Bros. Ultimate (Switch) ficou disponível no dia 6 de novembro. Não só disponibilizando o mais novo lutador DLC Terry Bogard (de Fatal Fury), mas como adicionando funções para o modo Arena Online que deixam a experiência muito mais agradável e intuitiva.

    O diretor de Smash, Masahiro Sakurai, apresentou todos os detalhes em um vídeo descompromissado de 48 minutos, esbanjando seu amor pelas franquias, história e legado da companhia japonesa SNK. Dê uma conferida neste link, e corra pra eShop para baixar o pai adotivo de Rock Howard! Wubba, wubba. I'm in the pink today, boy!


    Entre punhos em chamas, dedos doloridos e fantasmas dirigindo, concluímos nossa segunda compilação do Marioverso para os leitores do Reino. E como todo o conteúdo daqui é feito pensado em você, não deixem de proporcionar sua opinião neste tipo de apanhado. Fazemos sempre o possível para manter o ritmo, que só sendo Super para não tropeçar! See you next time!

  • sábado, 28 de setembro de 2019

    Mario Kart Tour (Mobile) já quebra recordes em seus primeiros dias disponível



    O torneio de corrida de kart mais frenético da história já começou na telinha de todos os smartphones no mercado, quando Mario Kart Tour estreou na AppStore e Google Play no dia 25 de setembro.

    Trazendo novidades para toda série como a prefeita Pauline e a excêntrica transformação de Toadette, Peachette, tão como veteranos de volta às pistas como Diddy Kong, o jogo já está caindo na graça do público em todo mundo.

    O impensável realmente aconteceu e o recorde anteriormente retido pelo o monstruoso lançamento de Pokémon GO da Niantic e The Pokémon Company, foi quebrado por Mario Kart Tour. Em 24 horas de disponibilidade nas lojas virtuais, o jogo foi baixado 20 milhões de vezes no mundo inteiro.

    Com a quantia absurda de downloads, no entanto, não significa renda e lucros para companhia japonesa, que declarou que o primeiro dia teve 1 milhão de dólares adquiridos, através do serviço de assinatura disponível, Gold Pass, que proporciona chances maiores de elementos raros virem ao jogador, itens exclusivos e acesso ao copa 200cc. Comparativamente, o jogo mais bem sucedido da Nintendo em mercado mobile, Fire Emblem Heroes, gerou 4 milhões de dólares no seu lançamento.

    Mario Kart Tour já é alvo de muitas críticas severas para quem espera uma jogatina mais tradicional vista nos consoles de mesa e portáteis da Nintendo, mas é inegável que para o mercado proposto, vem sido relativamente bem recebido, mas o que você acha, caro leitor? Não deixe de comentar logo abaixo.

    sexta-feira, 23 de agosto de 2019

    [Paralelas] Saiba quais foram os jogos 3rd Party mais bem vendidos no Switch em 2018




    Não há duvidas que o Nintendo Switch é um vídeo game de muito sucesso, equiparável ao pico do Wii em 2006. Um console de atrativo tão abrangente, no entanto, não vive apenas de jogos publicados pela a própria fabricante, e o Switch tem uma variedade de títulos por 3rd Parties de todo lugar, sendo jogos antigos encontrando uma nova casa e segunda chance no híbrido portátil, ou jogos completamente novos.

    No ano de 2018 não foi diferente e jogos lançados por companhias como Ubisoft, Activision e Warner Bros. tiveram ótimo desempenho em vendas. Reportes de vendagens de jogos publicados pela Nintendo é muito simples de encontrar, já que faz parte de rotina da empresa japonesa listar isso em toda reunião de investidores, mas o analista e parte do grupo NPD, Mat Piscatella em seu Twitter pessoal agregou a informação no período de ano fiscal de 2018 (sendo abril de 2018 até março de 2019) e os ranqueou de acordo com as vendas na América do Norte. Veja à seguir:

  • Mario + Rabbids Kingdom Battle (Ubisoft)
  • Crash Bandicoot N. Sane Trilogy (Activision)
  • Diablo III: Eternal Collection (Blizzard)
  • Just Dance 2019 (Ubisoft)
  • Just Dance 2018 (Ubisoft)
  • LEGO Marvel Super Heroes 2 (Warner Bros.)
  • LEGO The Incredibles (Warner Bros.)
  • NBA 2K18 (Take-Two Interactive)
  • Monster Hunter Ultimate Generations (Capcom)
  • FIFA 18 (EA)

  • Poucos desses títulos lançaram fora do período supramencionado, mas é notório que games como Mario + Rabbids e FIFA 18 continuam a vender tão bem, meses e meses depois de que pipocaram nas prateleiras.

    Essa lista, no entanto, não incluí algumas outras publicantes como SEGA, Bethesda e Microsoft, pois não compartilham sua data de vendas com a NPD.

    Empresas como Warner Bros. e Activision continuam a proporcionar suporte ao Nintendo Switch com títulos de grande calibre como Mortal Kombat 11 e Crash Team Racing Nitro-Fueled e novatos em publicar em console da Nintendo como a CD Projekt estão trazendo novidades como The Witcher 3: The Wild Hunt Complete Edition.

    O que acha da compilação, caro leitor? Algum jogo 3rd Party no Switch que você não consegue desgrudar os olhos? Não deixe de compartilhar sua opinião abaixo.


    sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

    Reggie Fils-Aimé, presidente da Nintendo of America, anuncia sua aposentadoria



    "Meu nome é Reggie. E eu vou chutar traseiros e vou anotar os nomes, e nós iremos fazer jogos." Foi mais ou menos assim que o icônico presidente da Nintendo of America abriu a conferência da E3 de 2004 (na época, ainda não responsável pelo o cargo, uma vez que veio assumir em 2006). Reggie Fils-Aimé é uma das figuras mais carismáticas da Nintendo no ocidente, conquistou o público com o seu jeito sereno de falar e a sua presença marcante.

    Mas todo caminho tem um fim, e mesmo estando no que podemos descrever basicamente como o "emprego dos sonhos", Reggie anuncia a sua aposentadoria. Depois de 13 anos como líder da divisão norte-americana da Nintendo, irá se despedir de todos nós em abril deste ano, quando passará seu cargo para Doug Bowser (o outro Bowser da Nintendo, chefe do departamento de marketing). Confira o vídeo que o Twitter da Nintendo publicou ontem:



    Reggie se despede da Nintendo com seus 57 anos muito bem vividos, e um fã de carteirinha de tudo que a companhia japonesa produz (mesmo bem antes de sequer trabalhar nela). Doug Bowser estará assumindo uma baita de uma posição, mas com certeza é de confiança por ser recomendação do Regginator.

    O imenso respeito e admiração que ele conquistou atinge todos na indústria, inclusive mesmo o chefe da Sony Interactive Entertainment Worldwide Studios (Shawn Layden) e o cabeça da divisão Xbox (Phil Spencer), que também tuitaram a respeito:





    Agora ele pode descansar e curtir o tempo com seu família e amigos (e com sorte, arranjar tempo para jogar Animal Crossing, não é?). Que esse repouso merecido seja bem aproveitado. Obrigado por tudo, Reggie!

    sábado, 12 de janeiro de 2019

    CEO Furukawa fala sobre o risco de inovações na indústria e a necessidade de se adaptarem sempre



    O Nintendo Switch tem sido uma imensa reviravolta para a Nintendo no espaço de consoles de mesa no mercado, ultrapassando todos os números possíveis e imagináveis do seu antecessor (Wii U) em pouquíssimo tempo. A empresa sempre teve muita força na linha de aparelhos portáteis, mas a geração anterior de console de mesa foi uma queda significativa de vendas em seu portfólio.

    O atual presidente da Nintendo no Japão, Shuntaro Furukawa foi recentemente entrevistado pelo o site japonês Nikkei e respondeu algumas perguntas sobre o futuro da companhia e sua perspectiva sobre mudanças constantes nessa indústria volátil dos vídeo games. O site Nintendo Everything traduziu uma parcela da entrevista, e o CEO deu seu parecer como lida com seus desenvolvedores e como pensa que a Nintendo deve tomar rumo, caso vídeo games um dia não sejam o que é hoje.

    Vocês (Nintendo) já produziram muitos consoles e softwares, mas sempre há um grande risco com isso.

    Furukawa: Nós estamos na indústria do entretenimento; não há muito que possamos fazer sobre esse risco. Para nós, o princípio orientador pelo qual operamos é oferecer aos clientes em todo o mundo formas inovadoras e exclusivas de jogar.

    Não quero que nossos desenvolvedores pensem demais em algo como "o que devo fazer se falharmos?" Meu papel mais importante é facilitar um ambiente no qual eles possam demonstrar suas próprias habilidades. Eu não sou um desenvolvedor profissional, então deixo o desenvolvimento real para os líderes que podem dizer o que é um bom jogo e o que não é.

    [...]

    Você já se deparou com um “dilema da inovação” - onde os sucessos anteriores da empresa eram grandes demais, impossibilitando a inovação?

    Furukawa: Nós não estamos realmente fixados em nossos consoles. No momento, estamos oferecendo o único Nintendo Switch e seu softwares - e é nisso que estamos baseando a forma como oferecemos a "experiência da Nintendo". Dito isto, a tecnologia muda. Continuaremos a pensar de maneira flexível sobre como oferecer essa experiência com o passar do tempo.

    Já se passaram mais de 30 anos desde que começamos a desenvolver consoles. A história da Nintendo ainda vai mais longe e, através de todas as lutas que enfrentaram, a única coisa em que pensavam era o que fazer em seguida. A longo prazo, talvez nosso foco como empresa possa se afastar dos consoles domésticos - a flexibilidade é tão importante quanto a engenhosidade.

    É muito importante notar que, em momento algum, isso foi anuncio formal que a Nintendo pretende mudar seu foco para jogos tradicionais em consoles de mesa e portáteis. Isto é uma mera observação que todos os líderes de casas de hardware podem notar daqui uns anos, como o próprio Furukawa menciona, uma empresa precisar se adaptar para uma nova perspectiva de mercado, mas hoje os ventos estão a favor da Nintendo.

    Em outra parte da entrevista ele menciona as abordagens multimídia com atrações no parque temático da Universal Studios (Super Nintendo World) e filmes (já confirmado a animação longa-metragem pela Illumination Entertainment em 2022). Sem falar nos jogos para celular que abrangem um público ainda distante de seus consoles e ajuda na propagação da marca de seus produtos, atraindo mais gente para explorar o mundo da Nintendo.

    O que achou dos comentários do presidente, caro leitor? Não deixe de compartilhar sua opinião conosco.

    domingo, 11 de fevereiro de 2018

    Games Mario para Switch seguem com ótimas vendas nas lojas japonesas; confira os rankings da semana

    A série Mario continua tendo um excelente aproveitamento entre os donos e donas do console Nintendo Switch no Japão. Ao menos é isso que nos informa o ranking de vendas divulgado pelo instituto Media-Create, onde vemos o recém-lançado Mario + Rabbids Kingdom Battle em destaque na quarta colocação, seguido bem de perto por Mario Kart 8 Deluxe e Super Mario Odyssey. Poucas posições abaixo, mas ainda dentro do cobiçado top 10, temos o jubiloso Mario Party: The Top, único título Mario a ter aumento de vendas real no período.

    Na arena dos consoles o Nintendo Switch segue perdendo espaço para o rival PlayStation 4 devido à falta de estoque e momentânea incapacidade da Nintendo de repor o sistema em quantidades proporcionais à demanda nas lojas. Fãs da Big N, é claro, esperam por uma normalização desta situação em breve, que deve gerar um retorno mais do que triunfal do Switch à liderança da tabela. Sem grandes lançamentos no período, o longevo 3DS conquistou uma satisfatória terceira colocação do ranking. Confira logo abaixo as listas completas dos games e consoles mais vendidos da quinta semana de 2018 no Japão.

    Top 20 Jogos Mais Vendidos no Japão (29/1 a 4/2/2018)

    1. [PS4] Monster Hunter World – 346,187 / 1,591,356
    2. [PS4] Dragon Ball FighterZ – 68,731 / NOVO
    3. [NSW] Splatoon 2 – 25,758 / 1997,568
    4. [NSW] Mario + Rabbids Kingdom Battle – 21,279 / 114,059 (-18)
    5. [NSW] Mario Kart 8 Deluxe – 21,263 / 1,307,897 (-3)
    6. [NSW] Super Mario Odyssey – 15,978 / 1,587,954 (-4)
    7. [NSW] The Elder Scrolls V: Skyrim – 13,922 / NOVO
    8. [NSW] The Legend of Zelda: Breath of the Wild – 12,709 / 847,677
    9. [3DS] Pokémon Ultra Sun/Ultra Moon – 11,028 / 1,539,029
    10. [3DS] Mario Party: The Top 100 – 7,037 / 149,345 (+8)
    11. [3DS] Yo-kai Watch Busters 2 – 6,053 / 496,905
    12. [NSW] ARMS – 4,453 / 360,484
    13. [NSW] 1-2 Switch – 4,391 / 391,086
    14. [NSW] Dragon Ball Xenoverse 2 – 3,767 / 110,217
    15. [NSW] Pokken Tournament DX – 3,731 / 218,461
    16. [PS4] Dissidia Final Fantasy NT – 3,691 / 137,791
    17. [PS4] Call of Duty: WWII – 3,363 / 382,650
    18. [NSW] Monster Hunter XX – 3,180 / 211,119
    19. [NSW] Xenoblade Chronicles 2 – 3,158 / 181,254
    20. [3DS] Animal Crossing: New Leaf – Welcome amiibo – 2,775 / 371,535

    * O top 50 semanal de vendas japonês conta ainda com a presença de Mario Kart 7 na trigésima sétima colocação.
    Consoles Mais Vendidos no Japão (29/1 a 4/2/2018)

    1. PlayStation 4 - 109.287 / 6.329.833
    2. Nintendo Switch - 49.165 / 3.635.424
    3. Nintendo 3DS - 11.461 / 23.920.260
    4. PlayStation Vita - 4.207 / 5.816.404
    5. Xbox One - 637 / 92.459

    Via 4Gamer

    sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

    Nintendo diz que vendas do 3DS continuam, e que já estuda tecnologias para um possível sucessor da plataforma

    Falando a investidores durante divulgação de relatório financeiro da Nintendo realizado no dia 1 de fevereiro, o presidente da companhia, Tatsumi Kimishima, e o Chefe Executivo Senior, Ko Shiota, reafirmaram que, apesar da suposta "concorrência desleal" com o novo Nintendo Switch (sistema doméstico que pode ser usado como portátil), os sistemas portáteis da família 3DS continuarão a ser vendidos normalmente em lojas, especialmente o altamente atrativo modelo New Nintendo 2DS XL, lançado em julho do ano passado.

    Dito isso, é óbvio que, após um ciclo de vida de sete anos de muito sucesso, que já rendeu à linha 3DS mais de setenta milhões de unidades vendidas no mundo todo, a Nintendo já está envolvida na preparação do sucessor da plataforma, porém não há nada decidido ainda no que concerne à tecnologia que será adotada para tal sistema.

    Segundo Shiota, neste momento a Nintendo está estudando e decidindo qual direção a ser tomada em relação ao futuro de seu segmento portátil. Leia as declarações logo abaixo, e nos de sua opinião sobre o assunto, leitor(a): você acredita que já está em tempo da Nintendo anunciar uma nova plataforma portátil, ou acredita que o 3DS ainda tem um razoável tempo de vida pela frente? Comente!

    Kimishima:
    Nintendo 3DS continua a vender, então por agora esperamos que os consumidores abracem ele junto com o Nintendo Switch. Mas no que diz respeito ao futuro, esse é um território desconhecido.

    Shiota:
    De um ponto de vista da tecnologia, sistemas de consoles de games domésticos, sistemas de games portáteis, e um sistema como o Nintendo Switch que é uma plataforma dedicada a videogame com aspectos de um portátil, todos usam diferentes tipos de computadores e memória. As tecnologias necessárias diferem, dependendo se a ênfase está no poder ou no consumo, performance, ou um balanço dos dois. Em relação ao desenvolvimento, nós ainda não decidimos que direção seguir adiante, mas nós temos uma variedade de possibilidades em consideração. As tecnologias que serão requeridas (para o desenvolvimento da plataforma) incluem algumas que podem levar um tempo extremamente longo para desenvolver e estão em constante evolução, então ao invés de estreitar as tecnologias nós estamos ampliando a procura. Uma vez que tenhamos decidido a direção para (futuras) plataformas dentro da companhia, nós rapidamente começaremos as preparações para obter as tecnologias chave.

    domingo, 4 de fevereiro de 2018

    Mario + Rabbids: Kingdom Battle é o game Nintendo mais vendido do Japão pela segunda semana seguida

    As inventivas e alopradas batalhas de Mario + Rabbids: Kingdom Battle parecem ter mesmo caído na graça dos jogadores japoneses. Após uma excelente estreia nas lojas da região, as vendas do game de estratégia exclusivo de Nintendo Switch que foi produzido pela Ubisoft pode até ter sofrido um declínio nos últimos dias, mas garantiu a vice-liderança do ranking semanal divulgado pelo instituto Media-Create e ainda é o game publicado pela Nintendo mais vendido no mercado. O top 5 conta também com a magnífica presença de outros dois aclamados games Mario para Nintendo Switch, Mario Kart 8 Deluxe e Super Mario Odyssey, e da nostálgica festa portátil Mario Party: The Top 100 algumas posições abaixo.

    Apesar do ótimo desempenho contínuo de seus títulos exclusivos, o Nintendo Switch ainda está sendo seriamente afetado pelos baixos estoques disponíveis nas lojas japonesas, e com isso ficou longe de reconquistar a liderança de mercado, mas a situação deve estar resolvida em breve. Os portáteis da família 3DS mais uma vez garantiram a terceira colocação do ranking, graças ao estável ritmo de vendas de seu modelo mais recente, o New 2DS LL. Confira a seguir as listas completas dos games e consoles mais vendidos da quarta semana de 2018 no Japão.

    Top 20 Jogos Mais Vendidos no Japão (22 a 28/1/2018)

    1. [PS4] Monster Hunter World – 1,245,169 / NOVO
    2. [NSW] Mario + Rabbids Kingdom Battle – 26,088 / 92,780 (-61)
    3. [NSW] Splatoon 2 – 25,776 / 1,971,810
    4. [NSW] Mario Kart 8 Deluxe – 21,834 / 1,286,634 (-17)
    5. [NSW] Super Mario Odyssey – 16,664 / 1,571,976 (-12)
    6. [3DS] Pokémon Ultra Sun/Ultra Moon – 12,702 / 1,528,001
    7. [NSW] The Legend of Zelda: Breath of the Wild – 10,240 / 834,968
    8. [PS4] Dissidia Final Fantasy NT – 7,999 / 134,100
    9. [3DS] Yo-kai Watch Busters 2 – 7,755 / 490,853
    10. [PS4] The Seven Deadly Sins: Knights of Britannia – 6,961 / NOVO
    11. [3DS] Mario Party: The Top 100 – 6,535 / 142,308 (-43)
    12. [PS4] Gintama Rumble – 5,800 / 44,243
    13. [NSW] Pokkén Tournament DX – 4,765 / 214,730
    14. [NSW] ARMS – 4,399 / 356,031
    15. [NSW] 1-2 Switch – 4,375 / 386,695
    16. [PS4] Call of Duty: WWII – 4,203 / 379,286
    17. [PSV] Gintama Rumble – 3,790 / 27,207
    18. [NSW] FIFA 18 – 3,720 / 78,169
    19. [PS4] Earth Defense Force 5 – 3,292 / 221,894
    20. [NSW] Monster Hunter XX – 3,162 / 207,939

    * O top 50 desta semana traz ainda a participação de um dos mais longevos sucessos portáteis da Nintendo, o glorioso Mario Kart 7, na trigésima colocação.
    Consoles Mais Vendidos no Japão (22 a 28/1/2018)

    1. PlayStation 4 - 140.145 / 6.220.546
    2. Nintendo Switch - 47.107 / 3.586.259
    3. Nintendo 3DS - 11.313 / 23.908.799
    4. PlayStation Vita - 3.744 / 5.812.197
    5. Xbox One - 1.686 / 91.822

    Via 4Gamer

    quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

    Nintendo divulga ótimos resultados financeiros relativos ao penúltimo trimestre do ano fiscal

    A Nintendo está vivendo um dos melhores momentos de toda sua longa e respeitável história no mundo dos games, e a divulgação do relatório financeiro referente aos nove meses do atual ano fiscal (1 de abril a 31 de dezembro de 2017) só serve para evidenciar esse fato. Graças ao fenomenal sucesso do novo console Nintendo Switch e de seus games, a companhia registrou lucros fantásticos neste período, que denominaremos "Q1 a Q3 2017/2018".

    Além disso, o desempenho mundial em vendas do sistema em dez meses de vida já superou o conquistado pelo seu antecessor, o Wii U, no espaço de cinco anos. Vale notar ainda que a demanda pelos portáteis da família 3DS apresentou crescimento durante o final do ano passado, especialmente embalada pela ótima recepção aos novos games Pokémon. Destaque também para a calorosa acolhida dos jogadores a Super Mario Odyssey, que em menos de três meses se tornou o título Nintendo mais vendido de 2017. Confira as principais informações financeiras relacionadas ao ano fiscal 2017/2018 da Nintendo logo abaixo.

    Relatório Financeiro Nintendo (Q1 a Q3 2017/2018)
    • Lucro líquido de Ұ857,012 milhões (aumento de 175.5% no comparativo anual)
    • Lucro Operacional: Ұ156.462 milhões (aumento de 494,6% no comparativo anual)
    • Projeção de Receita Líquido (2017/2018): Ұ1020 bilhões
    • Projeção de Lucro Operacional (2017/2018): Ұ160 bilhões

    Mercado Mobile (Q1 a Q3 2017/2018)
    • Lucro vindo do uso de IPs: ¥29,101 milhões

    Vendas de amiibo (mundo)
    • Figuras: 9.30 milhões
    • Cartas: 5 milhões

    Nintendo Switch (Q3 2017/2018)
    • Vendas de Hardware — 7.24 milhões
    • Vendas Totais de Hardware — 14.86 milhões
    • Projeção de Vendas Hardware (2017/2018) — 15 milhões
    • Vendas de Software — 25.1 milhões
    • Projeção de Vendas Software (2017 a 2018) - 53 milhões

    3DS (Q3 2017/2018)
    • Vendas de Hardware — 3 milhões
    • Vendas Totais de Hardware — 71.99 milhões
    • Projeção de Vendas Hardware (2017/2018) — 6.40 milhões
    • Vendas de Software — 17.43 milhões
    • Projeção de Vendas Software (2017/2018) - 35 milhões

    Games mais vendidos (Q1 a Q3 2017/2018)

    [Switch] Super Mario Odyssey - 9.07 milhões
    [Switch] Mario Kart 8 Deluxe – 7.33 milhões
    [Switch] Pokémon Ultra Sun & Ultra Moon – 7.17 milhões
    [Switch] Splatoon 2 – 4.91 milhões
    [Switch] The Legend of Zelda: Breath of the Wild – 3.94 milhões/6.70 milhões
    [Switch] ARMS – 1.61 milhão
    [3DS] Mario Kart 7 – 1.54 milhões/16.760 milhões
    [3DS] New Super Mario Bros. 2 – 1.16 milhão/12.430 milhões
    [Switch] Xenoblade Chronicles 2 – 1.06 milhão

    Mensagem da Nintendo

    Por nove meses encerrados em 31 de dezembro de 2017, o Nintendo Switch vendeu bem seguindo o lançamento,ta e o volume de vendas cresceu substancialmente durante a temporada de férias. As vendas de hardware do Nintendo 3DS não enfraqueceram após o lançamento do Nintendo Switch. Na verdade, as vendas cresceram durante a temporada de férias nos Estados Unidos. O volume de vendas é firme em outras regiões também.

    O Super Nintendo Entertainment System: Super NES Classic Edition, lançado globalmente durante setembro e outubro, se provou um sucesso. Também expandimos nossa linha de amiibo com novos amiibo lançados simultaneamente com títulos de software. Em nosso negócio de downloads, rápidas vendas digitais do Nintendo Switch ajudaram a puxar as vendas totais de download para 43.1 bilhões de ienes (aumento de 87% na comparação ano a ano).

    Em nossos negócios para dispositivos móveis smart, consumidores não apenas continuaram a apreciar Super Mario Run e Fire Emblem Heroes, que se tornaram disponíveis para download durante o ano fiscal prévio, mas também se divertiram com Animal Crossing: Pocket Camp, lançado globalmente durante outubro e novembro.

    Títulos de software grandes para Nintendo Switch incluem Bayonetta 2, com lançamento programado para fevereiro, e Kirby Star Allies, chegando em março, assim como importantes títulos planejados por outras publicadoras de software. Almejamos expandir a base de usuários da plataforma com uma contínua introdução de atrativos novos softwares em adição a estabilidade de títulos populares que já foram lançados.

    Para Nintendo 3DS, Detective Pikachu vai sair em março. Nós também vamos trabalhar para aumentar nossa base instalada de hardware para expandir as vendas de títulos longevos.

    Em nosso negócio de dispositivos smart, vamos focar em operações que encorajem mais consumidores a se divertir jogando aplicativos que eles baixaram.

    domingo, 28 de janeiro de 2018

    Mario + Rabbids: Kingdom Battle estreia como líder em vendas no Japão; confira o ranking semanal

    A Nintendo acertou em cheio na campanha promocional de estratégia Mario + Rabbids: Kingdom Battle no Japão, e basta um rápido passar de olhos pelo top 20 semanal de vendas do instituto divulgado pelo instituto Media-Create para constatar isso. O irreverente game de estratégia criado pela Ubisoft Milan em parceria com a Nintendo teve uma excelente estreia na região, conquistando em apenas quatro dias a liderança em vendas e encabeçando uma forte participação de games Mario no ranking desta semana.

    Com vendas em ritmo crescente nas lojas, Mario Kart 8 Deluxe é um dos principais destaques, mas Super Mario Odyssey e Mario Party: The Top 100 mantiveram um desempenho bastante razoável e garantiram seu espaço no top 10.

    O baixo estoque do Nintendo Switch impediu, pela segunda semana consecutiva, que o novo console da Nintendo retomasse a liderança de mercado que manteve por um longo período de tempo em território nipônico; de qualquer forma, o sistema continua em bastante evidência e fazendo muito sucesso no mundo todo. Plataforma de games portátil mais bem-sucedida dos últimos sete anos, o 3DS segue muito bem colocado na tabela. Confira a seguir as listas completas dos games e consoles mais vendidos da terceira semana de 2018 no Japão.

    Top 20 Jogos Mais Vendidos no Japão (15 a 21/1/2018)

    1. [NSW] Mario + Rabbids Kingdom Battle – 66,692 / NOVO
    2. [PS4] Gintama Rumble – 38,443 / NOVO
    3. [NSW] Splatoon 2 – 28,691 / 1,946,033
    4. [NSW] Mario Kart 8 Deluxe – 26,365 / 1,264,800
    5. [PSV] Gintama Rumble – 23,417 / NOVO
    6. [PS4] Dissidia Final Fantasy NT – 20,433 / 126,100
    7. [NSW] Super Mario Odyssey – 18,972 / 1,555,312
    8. [3DS] Pokémon Ultra Sun/Ultra Moon – 16,790 / 1,515,299
    9. [3DS] Mario Party: The Top 100 – 11,454 / 135,773
    10. [NSW] The Legend of Zelda: Breath of the Wild – 9,502 / 824,728
    11. [3DS] Yo-kai Watch Busters 2 – 9,262 / 483,098
    12. [PS4] Street Fighter V Arcade Edition – 7,908 / NOVO
    13. [PS4] Earth Defense Force 5 – 6,472 / 218,602
    14. [PS4] Call of Duty: WWII – 5,890 / 375,084
    15. [NSW] ARMS – 4,951 / 351,631
    16. [NSW] 1-2 Switch – 4,401 / 382,320
    17. [NSW] Pokkén Tournament DX – 4,311 / 209,965
    18. [3DS] Animal Crossing: New Leaf – Welcome amiibo – 3,405 / 365,914
    19. [PS4] Valkyria Chronicles Remastered (New Price Edition) – 3,346 / NOVO
    20. [NSW] Xenoblade Chronicles 2 – 3,081 / 175,757

    * Outros games da série Mario e parceiras que estão no top 50 semanal de vendas japonês: Mario Kart 7 (33º) e Super Mario Maker for 3DS (42º).
    Consoles Mais Vendidos no Japão (15 a 21/1/2018)

    1. PlayStation 4 - 52.507 / 6.080.401
    2. Nintendo Switch - 43.027 / 3.539.152
    3. Nintendo 3DS - 12.115 / 23.897.486
    4. PlayStation Vita - 4.256 / 5.808.453
    5. Xbox One - 1.388 / 90.136

    Via 4Gamer

    domingo, 21 de janeiro de 2018

    Super Mario Odyssey ainda é um dos grandes destaques em vendas da Nintendo no Japão; saiba mais

    Depois de um início de ano intenso, as vendas de games e consoles no Japão caíram consideravelmente, afetando especialmente a Nintendo e seu Nintendo Switch, já que os estoques do console praticamente esgotaram nas lojas nas últimas semanas. Com uma quantidade bastante limitada de aparelhos disponíveis, o novo console da Nintendo teve um desempenho aquém do esperado, e de acordo com dados do instituto Media-Create acabou cedendo a liderança em vendas para o concorrente PlayStation 4. Apenas uma posição atrás no ranking semanal, os sistemas da família 3DS registraram números de vendas relativamente satisfatórios para a plataforma portátil que completa sete anos de vida em fevereiro.

    O top 20 dos games mais vendidos da semana em território nipônico mais uma vez traz uma participação massiva da Nintendo, com um destaque especial para os três grandes hits de Nintendo Switch lançados em 2017: Splatoon 2, Super Mario Odyssey e Mario Kart 8 Deluxe, que seguem muito populares na região. Vale salientar ainda o bom desempenho do recém-lançado Mario Party: The Top 100, que novamente assegurou seu espaço entre as dez primeiras posições da tabela. Confira as listas completas dos games e consoles mais vendidos no Japão na segunda semana de 2018 logo abaixo.

    Top 20 Jogos Mais Vendidos no Japão (8 a 14/1/2018)

    1. [PS4] Dissidia Final Fantasy NT – 105,667 / NOVO
    2. [NSW] Splatoon 2 – 34,632 / 1,917,342
    3. [NSW] Super Mario Odyssey – 28,193 / 1,536,340
    4. [NSW] Mario Kart 8 Deluxe – 22,836 / 1,238,435
    5. [3DS] Pokémon Ultra Sun/Ultra Moon – 21,494 / 1,498,509
    6. [3DS] Mario Party: The Top 100 – 20,320 / 124,319
    7. [NSW] The Legend of Zelda: Breath of the Wild – 12,415 / 815,227
    8. [PS4] Earth Defense Force 5 – 10,717 / 212,130
    9. [3DS] Yo-kai Watch Busters 2 – 7,851 / 473,836
    10. [NSW] ARMS – 7,352 / 346,681
    11. [PS4] Call of Duty: WWII – 7,185 / 369,194
    12. [NSW] 1-2 Switch – 6,886 / 377,919
    13. [3DS] Animal Crossing: New Leaf – Welcome amiibo – 4,806 / 362,509
    14. [NSW] Xenoblade Chronicles 2 – 4,476 / 172,676
    15. [NSW] Super Bomberman R – 4,134 / 145,029
    16. [NSW] Snipperclips Plus – 3,215 / 47,124
    17. [3DS] Kirby Battle Royale – 2,959 / 142,524
    18. [PS4] Yakuza Kiwami 2 – 2,908 / 195,332
    19. [PSV] Minecraft: PlayStation Vita Edition – 2,842 / 1,276,619
    20. [NSW] Monster Hunter XX – 2,810 / 201,839

    * O top 50 semanal de vendas conta ainda com a mais do que ilustre presença de outros dois games da série Mario e parceiras: Mario Kart 7 (24º) e Super Mario Maker for Nintendo 3DS (37º).
    Consoles Mais Vendidos no Japão (8 a 14/1/2018)

    1. PlayStation 4 - 43.808 / 6.027.894
    2. Nintendo Switch - 37.500 / 3.496.125
    3. Nintendo 3DS - 16.855 / 23.885.371
    4. PlayStation Vita - 4.388 / 5.804.197
    5. Xbox One - 113 / 88.748

    quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

    Switch é console mais vendido de dezembro nos EUA e garante nova conquista histórica no país

    A Nintendo trouxe notícias sensacionais sobre o desempenho de seus consoles e games no quente período de vendas do mês de dezembro de 2017 nos Estados Unidos. Para começar, o Nintendo Switch reafirmou sua posição como o sistema mais popular do ano e ficou em primeiro lugar no ranking de consoles mais vendidos. A Nintendo afirma que 1.5 milhão de aparelhos foram vendidos, fazendo do Switch "o console doméstico de mais rápida vendagem na história dos EUA."

    A atual plataforma portátil da companhia também registrou números assombrosos no período, conquistando seu melhor resultado em vendas desde dezembro de 2014, com 750 mil unidades vendidas entre todos os modelos de 3DS disponíveis, um aumento de 27% na comparação ano a ano; segundo a Nintendo, a base instalada do 3DS nos Estados Unidos agora é superior a vinte e um milhões de unidades.

    A companhia ressalta ainda que as vendas combinadas de todos os seus consoles atuais - Switch, 3DS e Super NES Classic Edition - chegaram a 2.6 milhões de unidades nos EUA em dezembro, representando mais da metade de todos os hardwares vendidos no período.

    O ranking dos games mais vendidos em dezembro nos EUA também foi excepcionalmente favorável à Nintendo, que emplacou nada menos que seis games no top 20, alguns deles em posições bastante privilegiadas: Super Mario Odyssey (3º), Mario Kart 8 Deluxe (4º), The Legend of Zelda: Breath of the Wild (9º), Pokémon Ultra Sun (13º), Pokémon Ultra Moon (14º), e Splatoon 2 (16º).

    terça-feira, 16 de janeiro de 2018

    Super Mario 3D Land é dos três futuros integrantes da linha Nintendo Selects para 3DS na América do Norte

    Um dos mais inovadores e aclamados games de plataformas da década em breve vai estar acessível a um número maior de jogadores, e para quem ainda não teve a feliz oportunidade de jogar Super Mario 3D Land, essa é sem dúvida uma excelente notícia. A partir do dia 3 de fevereiro, a econômica linha de games Nintendo Selects vai ser expandida com a adição de três títulos de peso: além da multidimensional aventura estrelada por Mario, será possível adquirir também o ambíguo épico The Legend of Zelda: a Link Between Worlds e a inventiva coletânea Ultimate NES Remix pelo preço sugerido reduzido de U$19,99. Veja imagens das novas embalagens destes games logo abaixo.


    Novas adições da linha Nintendo Selects para 3DS (América do Norte)
    • Super Mario 3D Land
    • The Legend of Zelda: A Link Between Worlds
    • Ultimate NES Remix

    Mario Kart 8 Deluxe garante vice-liderança em vendas entre games de corrida no Reino Unido em 2017

    Embora não seja exatamente uma experiência completamente inédita para consoles, o game Mario Kart 8 Deluxe conquistou de imediato o coração e o bolso dos jogadores de Nintendo Switch ao trazer adições significativas em comparação à versão original de Wii U, incluindo modos de batalha multiplayer local e online extremamente empolgantes, novos personagens e novos itens, além de usufruir com muita competência da portabilidade do console. Graças a esses notáveis atrativos, realizados de forma primorosa pela Nintendo, ele rapidamente se tornou um dos maiores sucessos de vendas do Switch em mercados importantes como o Japão e a América do Norte.

    Agora, de acordo com uma matéria divulgada pelo site GamesIndustry, tivemos a confirmação de outra impressiva conquista de Mario Kart 8 Deluxe envolvendo o muito concorrido mercado de games britânico. A matéria revela que este foi o segundo game do gênero corrida mais vendido durante o ano de 2017 nas lojas do Reino Unido, ficando à frente de muitos concorrentes de peso lançados para plataformas concorrentes como Forza Horizon 3, Forza Motorsport 7 e Need for Speed Payback. O ranking divulgado pelo site reafirma ainda a fantástica longevidade de Mario Kart 7, que seis anos após seu lançamento oficial segue entre os dez games de corrida de maior sucesso na região. Confira a lista completa a seguir.

    Games de Corrida Mais Vendidos do Reino Unido em 2017

    1. Gran Turismo Sport (Polyphony Digital)
    2. Mario Kart 8: Deluxe (Nintendo)
    3. Forza Horizon 3 (Playground Games)
    4. Forza Motorsport 7 (Turn 10 Studios)
    5. Need For Speed Payback (Ghost Games/EA)
    6. F1 2017 (Codemasters)
    7. Mario Kart 7 (Nintendo)
    8. DiRT 4 (Codemasters)
    9. WipEout Omega Collection (Sony)
    10. Micro Machines: World Series (Codemasters)