Dr. Mario World: novo jogo do Mario para celular é anunciado com trailer e data de lançamento

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Já pode começar a liberar um espaço em disco no seu celular: o segundo jogo da franquia Mario para dispositivos móveis, Dr. Mario World, ganhou um trailer e uma data de lançamento, dia 10 de julho de 2019. O jogo para Android e iOS será gratuito para baixar e terá opções de microtransações para conteúdo adicional.

A série de puzzle existe desde a época do NES — o saudoso "Nintendinho" — e tem a cara dos jogos casuais para aparelhos celulares. Muitos deles, inclusive, têm copiado fórmulas de sucessos do gênero desenvolvidos para consoles de video game nos anos 80 e 90.

Dr. Mario World segue o molde que já é consagrado pela série, com algumas pequenas mudanças: o objetivo é eliminar os vírus combinando três objetos de mesma cor (não mais quatro, como era de costume), verticalmente ou horizontalmente, usando pílulas multicoloridas à sua disposição. Além dos vírus vermelho, azul e amarelo, novos organismos biológicos nas cores verde, roxo e azul claro também darão as caras ao longo das fases.

Outra diferença é que agora os jogadores têm um limite de entradas nas fases (medido por corações) e uma quantidade pré-definida de drágeas para utilizar em cada fase — limitações típicas de games de quebra-cabeças para dispositivos móveis. Instintivamente, Diamonds existem no jogo como estímulo de microtransações.

Somado a isso, vários itens herdados da série Super Mario fazem sua estreia dentro do cenário, como Empty Blocks e Brick Blocks, para acrescentar novas dificuldades à gameplay. E a equipe aumentou: o jogo terá vários médicos jogáveis e cada um tem uma habilidade especial dentro do puzzle. Veja o trailer:


Link direto

É interessante notar que a princesa Peach, tida como enfermeira assistente do Mario em jogos mais recentes, agora coloca o jaleco de médica e parte para a ação.

Não se sabe ao certo se todos prestaram faculdade de medicina para o exercício de suas funções, mas o Dr. Bowser certamente não é a melhor opção para uma consulta de rotina.
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário