sábado, 23 de abril de 2016

Sakurai aconselha criadores de games a ter uma visão clara do produto final antes de iniciar um projeto

Em texto publicado recentemente em sua coluna na revista japonesa Famitsu, Masahiro Sakurai, criador de séries famosas como Kirby e Super Smash Bros., decidiu dar alguns valiosos conselhos sobre a área de desenvolvimento de games em geral. Afinal, este é um assunto que sem dúvida ele pode abordar com bastante propriedade, considerando a enorme complexidade envolvida no desenvolvimento dos títulos Super Smash Bros. e a notável eficiência de Sakurai e sua equipe em entregar uma versão final de alta qualidade dos mesmos à Nintendo em períodos relativamente curtos de tempo.

Para conseguir resultados satisfatórios em seu trabalho, Sakurai gosta de ter uma imagem clara daquilo que se quer produzir, e de como deve ser o resultado final do projeto antes mesmo de iniciá-lo, uma habilidade bastante rara na indústria dos games que recebeu até mesmo elogios do "super programador" Satoru Iwata, ex-presidente da Nintendo falecido em julho do ano passado.

Sem ter uma noção de como o projeto deve ser conduzido, o desenvolvimento acaba se tornando uma sequência de processos de tentativa e erro, que além de estressar os desenvolvedores e aumentar os custos de produção, pode comprometer a qualidade do produto final. Quando se tem um longo prazo para trabalhar, ficar corrigindo ideias que deram errado várias vezes é válido, mas na maioria dos casos as coisas não acontecem dessa forma.

Sakurai ressalta também que é preciso aceitar que há coisas que programadores e designers não conseguem fazer, não importa o quanto tentem, e em casos assim é preciso que os desenvolvedores estejam preparados para pensar em soluções alternativas. Adicionar novas ideias de design depois que a maior parte do projeto está concluída também não é aconselhável, pois existe o risco de se gerar um produto final desigual.

Por fim, Sakurai salienta que quando se trabalha com computadores, máquinas que são altamente lógicas, o melhor é "manter-se flexível e não perder o rumo de seu caminho original". E é claro, este é um conselho válido não apenas para criadores de games, mas para criadores da indústria do entretenimento em geral (escritores, artistas, produtores de músicas, filmes e vídeos, etc.) E você, leitor(a), o que pensa sobre estes ensinamentos de Sakurai? Acredita que iniciar um projeto apenas quando se tem uma imagem nítida em sua cabeça de como será o produto final realmente ajuda a agilizar o processo de criação e melhorar a qualidade do trabalho executado? Comente!

    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário