Patente da Nintendo mostra "dispositivo de treinamento" em forma de U, com direcional, botÔes e sensor de força

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Uma patente registrada pela Nintendo em 2014 no JapĂŁo e publicada ontem no Organização Mundial de Propriedade Intelectual traz um interessante conceito de dispositivo/controle que, a julgar pela aparĂȘncia, poderia (ou pode) estar sendo projetado para o Wii U. Com um curioso formato de letra "U", a invenção Ă© classificada como "Dispositivo de Entrada, Implementação de Treinamento, e Sistema de Treinamento". Segundo a descrição oficial da patente, o dispositivo em questĂŁo Ă© um corpo cĂŽncavo de alumĂ­nio composto por duas alças que ficam face a face, mas com um espaço separando-as e unidas por um conector que possui um sensor de força em seu interior.

Quando o usuĂĄrio aplica força para fazer com que as duas alças se aproximem, o sensor detecta o nĂ­vel de força aplicado, possivelmente utilizando esta informação para interagir com games ou softwares de exercĂ­cio. O conceito da patente mostra ainda a possibilidade de se encaixar acessĂłrios especiais para facilitar o movimento de flexĂŁo das alças. Outros recursos especificados na patente incluem acelerĂŽmetro, giroscĂłpio, sensor de temperatura, alto-falante e um processador prĂłprio. Confira mais imagens demonstrando o funcionamento deste dispositivo logo abaixo, e caso queira saber mais detalhes sobre a patente (em inglĂȘs), acesse a matĂ©ria original publicada no fĂłrum NeoGAF clicando aqui.




SerĂĄ que a Nintendo pretende utilizar os conceitos apresentados na patente acima em um novo acessĂłrio para o Wii U, no controle do "NX", em um hardware Ă  parte, ou trata-se apenas de mais uma ideia que nĂŁo serĂĄ aproveitada de forma alguma pela companhia no futuro? Qual Ă© o seu palpite, leitor(a)? Comente!

    • ComentĂĄrios

  • Facebook ()
  • Google (1)
  • Disqus ()

1 comentĂĄrios:

Santiago Lacerda disse...

Super criativo... SQN! http://support.xbox.com/pt-BR/xbox-360/accessories/wireless-speed-wheel

Postar um comentĂĄrio