Reggie diz que pensamento de que Nintendo tem limitado abastecimento dos amiibo é uma bobagem

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Os brinquedos amiibo têm notadamente enfrentado sérios problemas de estoque desde seu lançamento em novembro de 2014, fazendo com que algumas figuras sumam das prateleiras no mesmo dia em que são lançadas, e se transformem em verdadeiras raridades. Embora a Nintendo tenha se desculpado publicamente e prometido aumentar drasticamente o ritmo de produção para melhorar a oferta dos amiibo nas lojas, há quem acredite que a companhia tem propositalmente limitado a disponibilidade dos brinquedos nas lojas para estimular a demanda. Em entrevista ao site Kotaku, o presidente da Nintendo of America, Reggie Fils-Aime, não apenas repudiou este tipo de pensamento, como afirmou que não faz sentido comercialmente para a Nintendo agir desta forma; leia a declaração feita pelo executivo logo abaixo.

É justamente por isso que compartilhei o número de milhões de unidades vendidas. Você não vende milhões de unidades limitando o abastecimento. E, honestamente, não há negócio em desapontar seu consumidor. A mentalidade que sugere que estamos de alguma forma limitando o estoque é bobagem. Queremos que todo consumidor fique satisfeito. Queremos que todo jogador de amiibo lá fora seja um colecionador e tenha cada um deles. Estamos trabalhando duro para abastecer as lojas.

Reggie ainda criticou os aproveitadores que adquirem amiibo somente com intenção de revendê-los a um preço muito maior do que o padrão, como se as figuras fossem "feitas de ouro". O executivo ressalta que este não é o objetivo da Nintendo, já que a companhia busca satisfazer os consumidores do dia-a-dia, e lembrou que as próprias lojas decidem como farão a pré-venda, e como gerenciam o estoque dos amiibo, embora a Nintendo dê sugestões e uma certa orientação a respeito.

Via Kotaku
    • Comentários

  • Facebook ()
  • Google (0)

0 comentários:

Postar um comentário